GASOLINA CAIU DE PREÇO PELA QUINTA SEMANA SEGUIDA

O preço médio de gasolina caiu pela quinta semana seguida nos postos de combustíveis do país. O litro passou de R$ 5,89 para R$ 5,74, queda de 2,5%. No Rio Grande do Sul, a média do óleo ficou em R$ 7,30, com valor mínimo de R$ 6,77 e máximo de R$ 7,99. De acordo com levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis) realizado entre os dias 24 e 29 de julho e divulgado nesta sexta-feira, o combustível ficou R$ 0,15 mais barato nesse período.

O valor é o mais baixo registrado pela agência desde junho de 2021, quando atingiu R$ 5,69. Desde que entrou em vigor a redução de tributos do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) nos estados, o combustível foi o que mais recuou, ficando 20,2% mais barato. O etanol também caiu nesta semana 2,5%, passando de R$ 4,32 para R$ 4,21. Já o preço médio do litro de diesel está estável, apesar da leve queda de 0,26%, passando de R$ 7,44 para R$ 7,42.

Nesta sexta, também começou a vigorar a redução de R$ 0,15 no preço médio de venda da gasolina nas refinarias às distribuidoras. O valor do litro passou de R$ 3,86 para R$ 3,71, uma queda de 3,88%, que não é repassada imediatamente ao consumidor. É a segunda redução feita pela Petrobras em menos de dez dias.

As variações que colocaram o preço da gasolina no menor valor em 13 meses ocorrem após a redução de tributos do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) nos estados. Antes da lei aprovada pelo Congresso, cada ente federativo tinha autonomia para determinar a taxa sobre o combustível.

Comentários