TSE REVELA O NÚMERO DE ELEITORES APTOS A VOTAR

Nas eleições deste ano, o Brasil terá uma quantidade recorde de eleitores aptos a votar. Segundo informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), 156.454.011 brasileiros poderão comparecer às urnas.

Em comparação com o último pleito geral, em 2018, o país ganhou quase 10 milhões de novos eleitores. Naquele ano, 147.306.275 pessoas puderam votar, uma diferença de 6,2% em relação ao número de 2022.

Segundo o TSE, a adesão de adolescentes de 16 e 17 anos ao processo eleitoral foi fundamental, apesar de o voto ser facultativo para essa faixa etária. De acordo com o Tribunal, 2.116.781 jovens poderão votar em outubro. Esse número é 51,1% maior do que o registrado em 2018, quando 1.400.617 adolescentes puderam ir às urnas.

Ao longo dos primeiros quatro meses do ano, o Tribunal promoveu campanhas para incentivar os adolescentes a tirar o título de eleitor, visto que, no início de 2022, a quantidade de jovens aptos a votar era a menor da história. As ações tiveram efeito e o Brasil ganhou mais de 2 milhões de novos eleitores jovens no período.

O TSE ainda destacou o crescimento do total de eleitores acima de 70 anos, que também não são obrigados a votar. Nas eleições deste ano, 14.893.281 idosos poderão participar. O salto em relação a 2018 foi de 23,82% — há quatro anos, 12.028.608 brasileiros com mais de 70 anos estavam aptos a votar.

De acordo com o presidente do TSE, ministro Edson Fachin, os números são “efetivamente impressionantes” e demonstram “a pujança cívica da cidadania”, uma vez que os dados revelam “o maior eleitorado cadastrado da história brasileira”.

Comentários