PREÇO DE COMBUSTÍVEIS TEM NOVA QUEDA

O preço dos combustíveis voltou a registrar queda nos postos pela segunda semana seguida, segundo levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis), divulgado nesta sexta-feira (8). Os valores refletem a redução de tributos do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) nos estados.

Mais de 20 estados já anunciaram a redução, como São Paulo, Goiás, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Minas Gerais e Rio de Janeiro. Alguns estados contestaram, alegando que a lei federal prejudica o orçamento estadual, dada a importância do ICMS para a arrecadação.

O valor médio da gasolina nas últimas três semanas caiu R$ 0,90 no Brasil, invertendo a tendência de alta que vinha sendo registrada desde o início do ano. Na última semana, o Estado que teve menor valor médio do litro da gasolina comum foi o Amapá, a R$ 5,54. Já o estado com maior valor médio foi o Piauí, com R$ 7,25. Os dados fazem parte do levantamento semanal feito pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Conforme a ANP, o preço da gasolina caiu 8,9% na semana de 3 a 9 de julho. O valor médio em todo o território nacional passou de R$ 7,13 o litro para R$ 6,49. Já o diesel, que não foi beneficiado pelo estabelecimento de um teto do tributo, teve ligeira queda, de 0,4%.

O preço do Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), ou gás de cozinha, permaneceu praticamente estável, com o preço máximo de R$ 160,00 e o mínimo de R$ 84,99. Na média, o botijão de 13 quilos foi comercializado a R$ 112,45, contra R$ 112,34 uma semana antes.

Comentários