MUNICÍPIOS CANCELAM AULAS POR CONTA DO CICLONE

O alerta meteorológico realizado pela Marinha para fortes temporais no Rio Grande do Sul a partir desta terça-feira, colocou as autoridades municipais em alerta. Até a noite desta segunda-feira, algumas cidades já haviam cancelados as aulas na rede municipal de ensino a partir desta terça-feira.

Rio Grande 

Em Rio Grande, as aulas municipais e universitárias foram suspensas. O coordenador da Defesa Civil da cidade, Rudimar Machado afirma que as equipes do órgão estão de prontidão e com capacidade para atender até 200 famílias em uma hora, caso necessário.

“Temos lonas, telhas, alimentos, além de cobertores e colchões e capacidade para dar suporte rápido para centenas de pessoas já num primeiro momento, caso seja necessário”, afirma.

A Universidade Federal do Rio Grande (Furg) optou por suspender todas as atividades administrativas e acadêmicas, ao menos durante esta terça. A decisão, conforme o Gabinete da Reitoria da instituição, afeta o funcionamento de todos os campus e teve como base o alerta emitido pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). O documento poder se acessado na íntegra aqui.

Conforme os boletins divulgados pela Marinha e a Defesa Civil do RS a previsão é de que o ápice do temporal em Rio Grande aconteça a partir das 10h desta terça-feira, quando as rajadas de vento podem superar a casa dos 80 km/h. Os modelos meteorológicos mostram que o fenômeno pode se estender por aproximadamente 24h com períodos de menor e maior intensidade.

“Quem estiver na rua deve ter cuidado para não procurar abrigo perto da rede elétrica, nem de árvores ou bocas-de-lobo para evitar acidentes. Quem puder, deve ficar em casa”, diz. A secretária da Causa Animal, Laurinha alerta para a necessidade dos proprietários recolherem seus animais de grande porte, principalmente cavalos, que estiverem soltos em áreas próximas de redes elétricas.

A Prefeitura do Rio Grande constituiu um gabinete de gestão para acompanhar os efeitos do temporal, formado pelos gabinetes do Prefeito, Vice-prefeito, Defesa Civil, além das secretarias de Zeladoria, Cidadania, Mobilidade, Saúde, Causa Animal, Agricultura e Assessoria de Comunicação.

Pelotas

A prefeitura de Pelotas também emitiu alerta para a tempestade. A recomendação, publicada nas redes sociais da prefeitura, é de que as escolas e universidades do município suspendam as aulas no período noturno.

A rede municipal de ensino acatou a decisão e suspendeu as aulas nesta terça-feira. A decisão é válida para Ensino Fundamental, Médio e EJA. No município, a Faculdade Anhanguera também suspendeu as atividades presenciais nesta terça-feira.

A Universidade Federal de Pelotas (UFPel) também se manifestou. Em nota publicada na noite desta segunda-feira, a instituição anunciou a suspensão das atividades acadêmicas presenciais ao longo da tarde e noite da terça-feira, e manhã de quarta-feira.

Mostardas

A Prefeitura de Mostardas comunicou a decisão por meio das redes sociais na noite desta segunda-feira. No município do Litoral Sul, as aulas foram suspensas na terça-feira e quarta-feira.

Santa Vitória do Palmar

A Prefeitura de Santa Vitória do Palmar também comunicou o cancelamento das aulas nesta terça-feira. Segundo nota divulgada no Facebook do Executivo, o motivo é o alerta climático para a chegada do ciclone.

São José do Norte

Além de anunciar a suspensão das aulas na rede municipal, a Prefeitura de São José do Norte terá expediente reduzido nesta terça-feira. Segundo nota publicada na noite de hoje, o atendimento à população irá ocorrer apenas no turno da manhã. O Executivo também recomendou que demais estabelecimentos encerrem as atividades “um pouco mais cedo” na terça-feira para evitar maiores deslocamentos durante os horários previsto para maior índice de vento e rajadas fortes.

 

Comentários