CHUVAS CAUSAM TRANSTORNOS NO RS

O Rio Grande do Sul viverá uma terça-feira típica de inverno em pleno outono, agravada por chuva forte, vento e frio. Além disso, o ciclone extratropical começa a agir definitivamente no Estado e provocará nuvens e chuvas em todas regiões. Serão condições climáticas ainda mais intensas que as registradas nesta segunda-feira.

O cenário é considerado incomum para essa época do ano e inspira cuidados e alertas.A Defesa Civil Nacional emitiu preocupação com chuvas intensas e riscos de deslizamentos no RS e em Santa Catarina.

De acordo com a MetSul, a instabilidade será forte e até torrencial nas regiões Norte e Nordeste. O vento sopra moderado e em alguns momentos com rajadas em diferentes locais do Estado. Com um sistema de “baixa fria” atuando no território, a temperatura será fria com marcas baixas à tarde em várias cidades.

Em Porto Alegre, a mínima será de 15ºC, e a máxima chega aos 17ºC. A chuva será frenquente ao longo do dia na Capital.

Mínimas e máximas no RS 

Vacaria 11°C / 14°C
Caxias do Sul 12°C / 15°C
Santa Maria 12°C / 15°C
Alegrete 12°C / 16°C
Torres 15°C / 18°C
Uruguaiana 12°C / 16°C

Chuvas afetam mais de 2,5 mil pessoas no Rio Grande do Sul

O Rio Grande do Sul viveu uma segunda-feira de forte chuva e transtornos em diversas regiões – especialmente no Oeste. De acordo com o boletim divulgado hoje pela Defesa Civil, as cidades de Alegrete, Quaraí, Dom Pedrito e São Gabriel contabilizam juntas 2.274 desalojados, 315 desabrigados e um óbito em decorrência das chuvas. A vítima de Quaraí morreu em 25 de abril por uma descarga elétrica.

A Defesa Civil vem emitindo alertas diante das previsões de chuvas fortes para o Estado. Há probabilidade de marcas extremas, entre 300 e 500 milímetros, ou seja, o que costuma chover em quatro a cinco meses em apenas uma semana. Não estão descartadas eventuais quedas de granizo e descargas elétricas. A condição climática pode se estender até o fim da noite de quinta-feira.

Comentários