BOMBEIROS MORTOS SÃO ENCONTRADOS

Montagem sobre fotos / Reprodução
Tenente Deroci de Almeida da Costa (E) e sargento Lúcio Ubirajara de Freitas Munhós

Depois de uma semana de buscas nos escombros do prédio da Secretaria de Segurança Pública (SSP), o corpo do 2º sargento Lúcio Ubirajara de Freitas Munhós foi encontrado, no final da noite desta quarta-feira. Munhós foi localizado horas após seu companheiro tenente Deroci de Almeida da Costa também ter sido identificado pelos bombeiros. Os dois estavam desaparecidos desde a noite do incêndio e o efetivo trabalhava 24 horas por dia para encontrar as vítimas. 

“São dois heróis. Cumpriram ao extremo seu juramento de salvar vidas”, definiu o governador, Eduardo Leite, em entrevista coletiva já na madrugada desta quinta-feira. Ele exaltou todos os que participaram da operação. “Alguns ficaram desde a quarta-feira até agora fazendo as buscas. Sem deixar para traz o sargento Munhós e o tenente Almeida. Nosso agradecimento, mais uma vez, ao Corpo de Bombeiros e a cada um que se envolveu nas buscas. Voluntários, Cruz Vermelha, operadores de máquinas e colegas de Santa Catarina.”

Mais cedo, logo após chegar até o tenente Almeida, o comandante do 1º Batalhão de Bombeiros Militar, Eduardo Estevão Rodrigues – responsável pelas buscas – antecipou a possibilidade de Munhós também ser localizado em algum ponto próximo. 

“O tenente Almeida era encarregado de que as pessoas deixassem o prédio. Ele entrou em conjunto com o sargento Munhós, então a hipótese é de que estivessem perto um do outro.”

Um total de 117 pessoas, entre bombeiros militares e técnicos, foram mobilizadas ao longo de toda quarta-feira. Entre elas, havia oito células das Forças de Resposta Rápida (FR2), com 43 militares, atuando no trabalho de Busca e Resgate em Estruturas Colapsadas (BREC), mais uma célula das Equipes de Busca e Salvamento, com sete militares.

Comentários