PANDEMIA: FLEXIBILIZAÇÃO E CAUTELA

O comitê científico de enfrentamento à Covid-19 no Estado voltou a frisar a importância dos cuidados durante a pandemia. Apesar do avanço da vacinação no Rio Grande do Sul, com redução de casos graves e óbitos, ainda é necessário manter a atenção. 

A nota, publicada nesta sexta-feira, alerta para o avanço da variante Delta no mundo, que deve se tornar predominante. Nesta sexta-feira, a Fiocruz alertou, inclusive, para a interrupção na queda dos casos de SRAG em Porto Alegre e em mais seis capitais. 

O documento do Governo do Estado frisa, ainda, que o avanço da vacinação não é suficiente para interromper a transmissão do vírus. O texto pede que se mantenham os cuidados, como o distanciamento social e o uso de máscaras. 

A nota é emitida no mesmo dia em que a Capital, Porto Alegre, publicou decreto flexibilizando significativamente protocolos no transporte público, em hotéis, restaurantes, clubes, academias, casas de eventos e feiras, entre outros, sob a justificativa de que há um cenário epidemiológico mais favorável. As flexibilizações ocorrem apesar de, após adquirir velocidade no início do mês, a vacinação da população em geral ter voltado a “estacionar” desde a sexta-feira da semana passada, baixando apenas dois anos nos últimos oito dias.

O Rio Grande do Sul já vacinou mais de 5,5 milhões de pessoas com ao menos a primeira dose. O esquema vacinal completo representa mais de 2,4 milhões pessoas.

O RS registrou mais de 2,3 mil casos de Covid-19 nas últimas 24h. No período, foram 79 mortes. O Estado soma mais de 32 mil óbitos pela doença desde o início da pandemia. 

ALECRIM VACINARÁ PESSOAS A PARTIR DE 18 ANOS

AVIPAE - Associação Vida Plena Amor Exigente - Cidade de Alecrim ganha  passeios públicos

O município de Alecrim, na Fronteira-Noroeste, recebeu nesta sexta-feira 1.235 doses da vacina AstraZeneca, devido à estratégia do governo do Estado e do Ministério da Saúde em ampliar a imunização em municípios de fronteira. As doses foram retiradas por equipes da Secretaria de Saúde em Santa Rosa. Com o lote extra, Alecrim vai aplicar, na próxima terça-feira, a primeira dose para pessoas a partir de 18 anos. O prefeito Elmo Dullius comemora a chegada da remessa e diz que as equipes estão organizadas para a aplicação. “É uma notícia muito boa, que garante que 84% da nossa população esteja imunizada com a primeira dose da vacina contra a Covid-19.” A vacinação ocorrerá no pátio da Secretaria Municipal da Saúde, por ordem de chegada, com distribuição de fichas. Dullius revela ainda que, no último boletim da Covid-19, divulgado nesta semana, a cidade zerou os casos ativos e os em isolamento. Alecrim tem 5.827 habitantes. Já estão vacinadas com a primeira dose 3.687 pessoas e, com as duas doses, 1.227. Com a vacinação da próxima semana, o número de imunização da primeira dose passará para 4.922 moradores. 

MUNICÍPIOS DA FRONTEIRA FAZEM MUTIRÃO DE VACINAÇÃO

Começa agendamento para vacinar idosos de 60 a 62 anos contra a Covid-19 –  Prefeitura Municipal de Ubatuba

Para reforçar a proteção contra novas variantes do coronavírus, parte da remessa de 310.500 doses de Astrazeneca que chegou pouco depois das 17h30 desta quinta-feira (15/7) ao aeroporto de Porto Alegre terá como destino a fronteira.

Ao todo, 29 municípios na fronteira com o Uruguai e a Argentina irão receber 123.040 vacinas para ampliar a campanha de imunização nesses locais. Os imunizantes serão destinados para a primeira aplicação (D1). O envio de doses extras a essas regiões é uma estratégia do Ministério da Saúde para evitar o ingresso no país de novas variantes da Covid-19.

As demais vacinas Astrazeneca que vieram no voo vindo do Rio de Janeiro serão destinadas a outros municípios, para que possam avançar na imunização por idade da população. A decisão foi tomada nesta quinta (15), em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), entre Estado e representação dos municípios, por meio do Conselho das Secretarias Municipais da Saúde do Rio Grande do Sul (Cosems/RS).

Além das 310.500 vacinas recebidas nesta quinta (15), a Secretaria da Saúde (SES) também entregará 378.530 doses de Astrazeneca que estavam reservadas na Central Estadual de Armazenamento e Distribuição de Imunobiológicos (Ceadi) para a segunda dose (D2). Os lotes serão distribuídos na sexta-feira (16/7).

PORTO ALEGRE ESTUDA RETOMADA DE GRANDES EVENTOS

Eventos corporativos, sociais ou de entretenimento voltam a ser permitidos  em Porto Alegre | Portal Radar

O plano da prefeitura de Porto Alegre de alavancar a retomada de grandes eventos a partir da próxima semana deverá atrasar. Isso porque a análise do pedido e do cronograma sugerido pela administração municipal, que previa a liberação de locais com ocupação de até mil pessoas já na segunda-feira (19), só será iniciada no Gabinete de Crise do governo do Estado na terça-feira (20) à tarde. A proposta da Capital prevê a volta gradual de eventos, com ampliação de público a cada duas semanas, até chegar à ocupação máxima, em setembro, quando é estimado que 70% da população da cidade esteja com o esquema vacinal completo.

Comentários