GOVERNADOR ANUNCIOU CALAENDÁRIO DE VACINAÇÃO CONTRA COVID ATÉ ATIGIR TODA A POPULAÇÃO ADULTA

Eduardo Leite entra com ação no STF para que Bolsonaro explique  questionamento sobre uso de verbas da saúde no RS | Rio Grande do Sul | G1

O governador Eduardo Leite anunciou nesta sexta-feira um calendário de vacinação contra a Covid-19 para toda a população adulta do Estado, independente de comorbidades. A estimativa do Piratini é iniciar a imunização de todos os residentes que tenham a partir de 18 anos até o fim de setembro. Com isso, o governo espera chegar ao fim de 2021 com toda a população vacinável já tendo tido a oportunidade de receber as duas doses de alguma vacina anticovid.  Em vídeo publicado nesta sexta, Leite revelou que o Estado tem a perspectiva de receber mais de 2 milhões de doses neste mês, o que, conforme ele, será possível concluir a vacinação no grupo de maior vulnerabilidade, além de iniciar o esquema vacinal em 100% dos trabalhadores da educação e iniciar no grupo de quem tem entre 50 e 59 anos – o que já começou em alguns municípios, inclusive em Porto Alegre.  “Mantendo essa perspectiva no número de doses e nos meses seguintes, a gente tem a alegria de anunciar que no mês de julho teremos a imunização daqueles entre 40 e 49 anos, agosto para aqueles de 30 a 39 anos e no mês de setembro a todos aqueles acima de 18 anos até 29 anos de idade. E assim, todo o RS deve ter a primeira dose da vacina até o final do mês de setembro”, afirmou o governador.

CRESCE A VENDA INTERNA E DE EXPORTAÇÃO DE VINHOS GAÚCHOS

Vinho na Pandemia: Aumento do Consumo entre os Brasileiros - DiVinho

A venda para o mercado interno de vinhos finos e espumantes produzidos no Rio Grande do Sul cresceu 34% nos quatro primeiros meses de 2021, chegando a 9,5 milhões de litros, 2,4 milhões de litros a mais que no mesmo período de 2020. Os dados foram divulgados pela União Brasileira de Vitivinicultura (Uvibra) com base no Sistema de Cadastro Vinícola da Secretaria da Agricultura. Ao mesmo tempo, a comercialização de suco de uva (natural/integral, reprocessado/reconstituído, adoçado e concentrado) sofreu queda de 15%, ficando em 48,7 milhões de litros, contra 57,7 milhões de litros do primeiro quadrimestre do ano passado. Para o presidente da Uvibra, Deunir Argenta, a pandemia da Covid-19 influenciou os dois resultados. No caso dos vinhos e espumantes, levou à abertura de novos canais de e-commerce e, associada ao reconhecimento do consumidor brasileiro à qualidade do produto, elevou as vendas. No caso do suco, o fechamento de bares, restaurantes e hotéis, assim como a suspensão de compras para a merenda escolar, conteve a demanda. O dirigente acredita que o segmento suco pode melhorar ao longo de 2021 com a retomada da economia e das aulas presenciais. De acordo com a entidade, a exportação de vinhos finos deu um salto de 169% e chegou a 1,9 milhão de litros no quadrimestre. Uma das vinícolas que participou desses números é Salton. O gerente de comércio exterior, César Baldasso, relata que as vendas ao exterior feitas pela empresa cresceram 25% em 2020, para 1,1 milhão de garrafas, e 30% nos primeiros cinco meses de 2021, para 600 mil garrafas Nos dois casos a comparação foi com períodos iguais do ano anterior.

5 DE JUNHO DIA DO VINHO

Dia do Vinho Brasileiro 2021

Em dezembro de 2013 foi promulgada a Lei Estadual 12.019, que instituiu o Dia do Vinho no Rio Grande do Sul. Este evento é comemorado anualmente no primeiro domingo de junho. O Instituto Brasileiro do Vinho (Ibravin), a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação do Rio Grande do Sul (Seapi) e o Sindicato Empresarial de Gastronomia e Hotelaria (SEGH) – Região Uva e Vinho promoveram uma série de atividades para celebrar essa data festiva, que neste ano se estende de 18 de maio a 3 de junho. O evento tem por característica integrar cadeias econômicas promovendo diversas atividades ocorrendo simultaneamente em diferentes regiões do País. No Rio Grande do Sul, a mobilização tem crescido em participação de regiões e participação do público, assim como em adesão de vinícolas de pequeno porte. Um pouco da história O evento Dia do Vinho é resultado do Projeto Eventos Integrados e Integradores – reinterpretação da concepção de evento, fomentado pelo Ministério do Turismo. A lei que instituiu o Dia do Vinho no Rio Grande do Sul no primeiro domingo de junho de cada ano foi promulgada em 12 de dezembro de 2003. O Dia do Vinho Brasileiro, que nasceu na Serra Gaúcha, de lá para cá, ganhou a adesão de diversas regiões produtoras, avançando pelo Brasil. Com a pandemia, o projeto aconteceu minimamente no ano passado, mas agora em 2021 busca uma retomada se reinventando.

CAMIONEIROS SÃO VACINADOS EM FAROUPILHA NESTE SÁBADO, BENTO E CAXIAS VOLTAM VACINAR SEGUNDA FEIRA

Trabalhadores do transporte intermunicipal e caminhoneiros serão vacinados  contra Covid-19 em Salvador | Bahia | G1

Tem vacinação contra a covid-19 na Serra neste final de semana. Em Farroupilha, a imunização ocorre para nascidos em 1962 e caminhoneiros. A aplicação ocorre até as 11h30min e será retomada das 13h30min às 16h, no campus local da Universidade de Caxias do Sul (UCS). Para receber a primeira dose, é preciso apresentar um documento com foto, CPF e um comprovante de residência. A prefeitura alerta que a entrada de veículos grandes no local não é permitida, porque o espaço não os comporta. A cidade também vacina, de segunda a sexta-feira, nos postos de saúde, os integrantes de grupos prioritários contemplados em etapas anteriores. A Secretaria Municipal da Saúde salienta que especialmente gestantes e mulheres nos pós-parto precisam se vacinar nos postos, porque têm a imunização permitida apenas com a vacina da Pfizer, que pelas condições de armazenamento não pode ser levada para o modelo drive-trhu. Nos outros dois municípios mais populosos da Serra não há vacinação contra a coivd-19 neste sábado. Em Caxias do Sul, a campanha abre na segunda-feira (7) uma nova etapa de imunização, com aplicação de doses para professores do Ensino Médio com mais de 35 anos.  As doses podem ser recebidas no postos de saúde do Cruzeiro, Esplanada, Vila Ipê, Reolon, Desvio Rizzo, Eldorado e Cinquentenário, das 8h às 20h, e nas demais Unidades Básicas de Saúde e Unidades Vacinadoras, das 8h às 16h. Em Bento Gonçalves, quem tem 59 anos pode se vacinar na segunda-feira. A faixa etária dos 58 será contemplada na terça-feira (8) e a dos 57 anos, na quarta-feira (9). A vacinação será realizada na Fundaparque, das 8h às 12h, no formato drive-thru.

Mega-Sena acumulada pode pagar R$ 11 milhões neste sábado (13)

O prêmio para quem acertar as seis dezenas do Concurso 2.378 da Mega-Sena, que está acumulada, é estimado em R$ 7,2 milhões Os números serão sorteados na noite deste sábado (5) no Espaço Loterias Caixa, no Terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. O prêmio rende, na poupança, em torno de R$ 50 mil por mês. Em cada cartela da Mega-Sena, o apostador pode marcar de seis a 15 dezenas. A aposta mínima, com seis números, custa R$ 4,50, e a máxima, com 15 dezenas, R$ 22.522,50. As apostas podem ser feitas até as 19h em casas lotéricas ou pela internet, no site da Caixa Econômica Federal. Para fazer esse tipo de jogo, o apostador tem que ser maior de idade, cadastrar-se e informar o número do cartão de crédito.

Comentários