GABINETE DE CRISE DO GOVERNO DO ESTADO EMITE NOVOS ALERTAS

Sistema 3As: entenda como funcionará o novo monitoramento no RS - Portal do  Estado do Rio Grande do Sul

O Gabinete de Crise confirmou, nesta quarta-feira, que emitiu Alertas para as regiões de Caxias do Sul, Erechim, Pelotas e Santa Maria. Agora, elas têm o prazo de 48 horas para apresentarem um plano de Ação ao governo de Estado. Segundo Gabinete de Crise, às regiões de Bagé e Santa Cruz do Sul foram enviadas um segundo Aviso, além do que receberam na semana passada. A região de Taquara, que ainda não tinha recebido nenhum, se une a essas duas, na medida em que o número de casos está aumentando e houve redução na agilidade da vacinação. No último sábado, as regiões de Capão da Canoa, Guaíba, Novo Hamburgo e Porto Alegre receberam Avisos e seguirão sendo monitoradas pelo GT Saúde.  Além dos quatro novos Alertas, as regiões de Cruz Alta, Ijuí, Passo Fundo, Santo Ângelo, Palmeira das Missões, Santa Rosa e Uruguaiana ainda inspiram cuidados. Por isso, o Gabinete de Crise manteve o Alerta para elas, que já apresentaram planos de Ação com protocolos que devem estar adaptados à situação epidemiológica de cada uma. De acordo com o Gabinete de Crise, uma reunião devolutiva será realizada nesta quinta-feira com as regiões para falar sobre as medidas adotadas. Enquanto isso, a situação da pandemia está sendo monitorada em todas as regiões. Caxias do Sul —- A região de Caxias do Sul apresentou incidência de 308,5 casos confirmados por 100 mil habitantes na última semana, aumento de 18,7% frente à semana anterior. É a 12ª maior incidência do Estado entre as 21 regiões Covid-19 na última semana, sendo 14,6% superior à média estadual. Ao longo da última semana, Caxias do Sul apresentou aumento de 7,8% internados em leitos clínicos, uma variação de 29 pacientes. Assim, a região tem 402 internados por Covid-19 em leitos clínicos.

NOVO LOTE DE 629 MIL VACINAS DA PFIZER CHEGA AO BRASIL

Vacina da Pfizer: entrega de lote a oito países europeus é adiada - Olhar  Digital

Um novo lote com 629.460 doses da vacina Pfizer contra a covid-19 desembarcou no final da tarde desta quarta-feira no aeroporto de Viracopos, em Campinas, interior de São Paulo. É a quinta remessa do imunizante desde o final de abril, que será entregue para distribuição ao Ministério da Saúde. A previsão é que 200 milhões de doses sejam entregues este ano, o que permitirá a vacinação de 100 milhões de brasileiros, já que o imunizante requer duas doses – no país está sendo aplicado com intervalo de três meses.  A entrega faz parte de um acordo firmado em 19 de março que prevê a disponibilização de 100 milhões de vacinas ao país até o final do terceiro trimestre deste ano. “Somadas aos lotes anteriores, mais de 3,4 milhões de doses foram entregues”, aponta nota da Pfizer. A primeira entrega foi realizada no dia 29 de abril com 1 milhão de doses; a segunda em 5 de maio, com 628.290, e a terceira no dia 12, ambém com 628.290 doses. A quarta entrega foi no dia 19, com 629.460 doses. A Pfizer informa que as vacinas que estão sendo enviadas para o Brasil vêm das fábricas de Püurs, na Bélgica, e Kalamazoo, nos Estados Unidos. A empresa pretende fornecer mais de 2,5 bilhões de doses em todo o mundo até o final do ano. A vacina da Pfizer tem registro definitivo concedido pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) no Brasil desde 23 de fevereiro. Distribuição — O Ministério da Saúde afirma que já distribuiu mais de 90,7 milhões de doses de vacinas contra Covid-19, entre CoronaVac e Oxford/AstraZeneca, desde o início da campanha, em 18 de janeiro. As vacinas da Pfizer começaram a ser enviadas aos estados e Distrito Federal no dia 3 de maio.

SECRETARIA DA SAÚDE INFORMA COMO SERÁ O ATENDIMENTO À POPULAÇÃO NO FINAL DE SEMANA

A Secretaria da Saúde de Veranópolis informa que a Unidade Sentinela – Posto de Triagem para pessoas com sintomas respiratórios e suspeita de estarem contaminados com a Covid-19, estará atendendo neste sábado dia 29 de maio, no horário das 8 às 14 horas, sem fechar ao meio dia. As pessoas que apresentarem sintomas respiratórios no domingo, deverão buscar atendimento no Hospital São Peregrino Lazziozi, ou poderão se manter isoladas e se dirigir à Unidade Sentinela na segunda-feira de manhã, a partir das 8 horas. A Unidade Sentinela está localizada na Rua José do Patrocínio, nº 170, no Bairro São Francisco. Atendimento de segunda a sexta-feira: Crianças das 8h às 11h; Adultos das 8h às 12h e das 13h às 17h; ⚠ Faça a sua parte e colabore para conter a circulação do vírus, se for sair use máscara, evite qualquer tipo de aglomeração e higienize as mãos com frequência. Se apresentar sintomas respiratórios, evite contato com outras pessoas e procure a unidade sentinela para avaliação médica e realização do teste. Deixe o hospital trabalhar nos casos mais críticos que necessitam de maior atenção à saúde dos pacientes.

OUTRA CONQUISTA HISTÓRICA PARA O RS PODE RENDER 1. 2 BILHÕES DE DÓLARES

Uma conquista histórica para a pecuária do Rio Grande do Sul vai se consolidar na manhã desta quinta-feira. Durante sua 88ª Assembleia Anual, a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), com sede em Paris, na França, outorga ao Estado o certificado de zona livre de febre aftosa sem vacinação. A reunião plenária virtual, com transmissão ao vivo pelo site da OIE, aberta às 7h, horário de Brasília, até às 9h, período em que serão apresentados os pleitos dos países. Na sequência, ocorrerá a votação de cada item pelos 182 delegados que têm assento na organização, entre eles o brasileiro Geraldo Moraes, diretor do Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). A partir das 9h, ocorre a reunião administrativa do colegiado, que é fechada. O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, e a titular da Secretária da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural (Seapdr), Silvana Covatti, acompanharão a assembleia junto com a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, em Brasília. O ex-secretário e atual deputado federal Covatti Filho vai assistir a reunião na sala de cerimônias da Seapdr. Para este ato foram convidados parlamentares, representantes de entidades ligadas ao agronegócio e servidores das inspetorias veterinárias. A partir das 10h, o Mapa faz uma live com transmissão em sua página do YouTube, com a participação dos governadores dos estados contemplados. O ex-secretário Covatti Filho lembra que, nos seus dois anos de gestão, o governo estadual investiu R$ 10 milhões para qualificar o sistema de inspeção e assegurar a manutenção do novo status. Também foram adquiridos 93 veículos e contratados 150 servidores de apoio à fiscalização. Exportações podem cresce $ 1,2 bilhão —- Um cálculo feito pelas cadeias produtivas de proteína animal e pelo governo do Estado indica que, com o novo status sanitário, o Rio Grande do Sul terá acesso a 70% dos mercados que hoje ainda estão fechados para a carne que produz ou para seus cortes com osso, o que levará  a um incremento de 1,2 bilhão de dólares por ano nas exportações do setor. “É um momento de comemoração da agropecuária, que saberá aproveitar da melhor forma esta nova condição”, comenta a secretária da Agricultura, Silvana Covatti.

MAIS DE 70 MUNICÍPIOS GAÚCHOS REGISTRAM MORTES POR COVID 19

De todas as mortes este ano no mundo, 2.3% foram por Covid-19

O Rio Grande do Sul registrou, nesta quarta-feira, mais 132 mortes em decorrência do coronavírus, distribuídas por 72 municípios gaúchos. Em 15 meses de pandemia, apenas seis das 497 cidades não reportaram vítimas fatais pelo vírus. O acumulado é de 27.756 óbitos no Estado. As mortes divulgadas hoje ocorreram entre 15 de março e 25 de maio, à exceção de três casos ocorridos ainda em 2020. A idade das vítimas varia entre 30 e 101 anos. A cinco dias de terminar o mês, com 2.111 óbitos, maio já é o terceiro mês mais letal da pandemia em solo gaúcho. O saldo de mortes ocorridas nos últimos 26 dias representa mais de 25% do total de casos registrados em março, o mês mais letal no Estado. Abril, que teve 4.397 é o segundo com mais falecimentos.  O boletim de hoje também informou o acréscimo de 5.505 novos casos confirmados, elevando para 1.071.333 o total de infectados no Rio Grande do Sul. Destes, 1.023.391 são de pacientes recuperados, enquanto 20.105 estão em acompanhamento. A taxa de incidência ficou em 9.416,5 por 100 mil habitantes. Por volta das 16h desta quarta-feira, a taxa de ocupação de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) era de 82% no Estado, com 615 leitos livres. No entanto, 44 dos 300 hospitais tinham os dados desatualizados no sistema estadual de monitoramento. De acordo com o painel da Secretaria Estadual de Saúde (SES), a UTI adulta conta 2.802 pacientes na tarde de hoje. Deste total, 61% são de pessoas com diagnóstico confirmado para Covid-19 e 4,8% com a suspeita de infecção. 

HOJE TEM AUXÍLIO EMERGENCIAL PARA PESSOAS COM NIS DE FINAL 8

Auxílio Emergencial: veja o calendário de pagamentos da nova rodada -  Imprensa 24h

A Caixa Econômica Federal libera nesta quinta-feira o pagamento da segunda parcela do auxílio emergencial para trabalhadores informais nascidos em outubro. Na primeira parcela, em abril, foram creditados mais de R$ 505 milhões a 2,44 milhões de cidadãos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e no site ou aplicativo da Caixa. O saque em dinheiro para o grupo poderá ser feito a partir do dia 11 de junho. Até a liberação da retirada em espécie, o valor pode ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem. Pelo sistema, os beneficiários conseguem pagar boletos, comprar pela internet e pelas maquininhas de estabelecimentos comerciais. Outra opção é utilizar o Pix, sistema de pagamentos instantâneo do Banco Central. A única exceção às transações se dá para os casos de transferência para conta de mesma titularidade. O calendário do público geral (aplicativos e meios digitais e inscritos no CadÚnico) é dividido em quatro ciclos, de créditos e de saques. Já os integrantes do Bolsa Família recebem de acordo com o calendário regular do programa. Nesta quinta-feira, recebem o benefício as pessoas com NIS (Número de Identificação Social) final 8. 

INSTITUTO FEDERAL DO RGS CURSOS GRATUITOS PARA O SETOR TURÍSTICO

Estão abertas inscrições para cursos gratuitos no setor de turismo e hospitalidade na modalidade online. O Ministério do Turismo oferece o Programa Brasil Braços Aberto – Atendimento ao Turista, com 80 horas. O curso é dividido em quatro módulos. Já o Instituto Federal do Rio Grande do Sul – IFRS oferece diversos cursos no setor com cargas horárias de 20 a 30 horas. Confira: Cursos de extensão – Turismo e Hospitalidade. Promoção e realização: Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS). Conclusão do curso até dia 31/07/2021. Inscrições: https://moodle.ifrs.edu.br/course/index.php?categoryid=150 Cursos: Agência de Viagens e Turismo – 30 horas. Enoturismo e Desenvolvimento Regional – 50 horas. Eventos – Conceitos – 20 horas. Eventos – Tipos – 20 horas. Geografia e Turismo – 30 horas. Higienização e Segurança em Meios de Hospedagem – 30 horas. Indicação Geográfica: Agregando valor a produtos e regiões – 30 horas. Indicações Geográficas do Rio Grand do Sul – 30 horas. ➡ Programa Brasil Braços Abertos – Atendimento ao Turista – Promoção: Ministério do Turismo Os cursos são destinados aos profissionais que atuam na linha de frente do turismo no país, como hospedagem, alimentos e bebidas, prestadores de informações turísticas, ambulantes, guardas municipais, gestores da área e demais pessoas que desejam entrar neste mercado de trabalho, com idade a partir de 15 anos e que, preferencialmente, tenham concluído o ensino fundamental. Carga horária: 80 horas. Dividido em 4 módulos: introdução (com dicas de como utilizar a plataforma); atendimento (com conteúdo orientado para técnicas e comportamentos voltados para um atendimento de excelência); comunicação (com conteúdo didático orientado para língua portuguesa e inglesa, no sentido de qualificar o atendente na comunicação básica com seus clientes); e transversal (com conteúdo didático que transcende a área de atendimento, mas que é de suma importância para preparação de um cidadão ético e preparado para a vida em sociedade). As inscrições estão abertas até 30/10/2021. Conclusão do curso até 06/03/2022. Inscrições: http://bba.turismo.gov.br/

Rádio 96.1 FM

Comentários