FIUCRUZ INTERROMPE TEMPORARIAMENTE A PRODUÇÃO DA VACINA ASTRAZENECA

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) vai interromper a produção da vacina Oxford/AstraZeneca a partir desta quinta-feira por falta de insumos importados da China. A previsão é que cheguem no sábado dois lotes de ingrediente farmacêutico ativo (IFA) para a retomada da produção de 12 milhões de doses. Um dos lotes que estava previsto para o dia 29 de maio foi antecipado. “Com as novas remessas, as entregas de vacinas estão asseguradas até a terceira semana de junho”, afirmou a fundação em nota. Segundo a Fiocruz, com o rápido escalonamento que a produção de vacinas atingiu, as remessas de IFA vêm sendo consumidas antes do tempo previsto inicialmente. O cronograma de entregas permanece semanal, sempre às sextas-feiras, conforme pactuado com o Ministério da Saúde, seguindo a logística de distribuição definida pela pasta. Por meio do Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos), a fundação já entregou 34,9 milhões de vacinas ao PNI (Programa Nacional de Imunização), do Ministério da Saúde. O Instituto Butantan, outro laboratório que produz vacinas no Brasil e que havia paralisado a fabricação pela falta insumos, deve receber lotes de IFA a partir da próxima quarta-feira (16). Serão 4 mil litros de insumos da China para a produção de cerca de 7 milhões de doses. A fabricação havia sido suspensa na quinta-feira (13) da semana passada e a última entrega, de 1,1 milhão de doses ao Ministério da Saúde, ocorreu um dia depois. O instituto já entregou mais de 47 milhões de doses ao PNI. Apesar da incerteza, mantém a previsão de entrega de 100 milhões de doses até 30 de setembro. O Ministério da Saúde afirma que já foram distribuídas cerca de 90 milhões de doses de vacinas contra a covid-19 desde o início da campanha de vacinação, em 18 de janeiro. O ministério afirma que já foram distribuídas mais de 85,2 milhões aos estados e Distrito Federal. Além da CoronaVac e da Oxford/AstraZeneca, também começou a distribuição da Pfizer em maio.

NASCIDOS EM ABRIL TEM DIREITO AO AUXÍLIO EMERGENCIAL HOJE

NOVO calendário do auxílio emergencial 2021 faz depósito neste domingo

A Caixa Econômica Federal deposita nesta quinta-feira (20) o pagamento da segunda parcela do novo auxílio emergencial para 2,35 milhões de pessoas nascidas em abril. O repasse para esse grupo chegará a R$ 488,2 milhões, de acordo com o Ministério da Cidadania. O pagamento é feito por meio de depósito na conta poupança digital, que pode ser movimentada por aplicativo, para pagamento de boletos, compras na internet e pelas maquininhas em mais de um milhão de estabelecimentos comerciais. Também há a opção de girar a grana usando o PIX, sistema de pagamentos instantâneo do Banco Central. A única exceção às transações se dá para os casos de transferência para conta de mesma titularidade. O saque em dinheiro e as transferências para esse grupo serão liberados somente em 4 de junho. Conforme o governo federal, os beneficiários que tiveram o auxílio cancelado, em função de revisões mensais ou outros motivos, terão dez dias para apresentarem as contestações. O prazo começou a contar na terça-feira (18) e vai até 28 de maio. Esse cronograma não vale para o público do Bolsa Família, cujo prazo vai até o dia 1º de junho. O calendário do público geral (aplicativos e meios digitais e inscritos no CadÚnico) é dividido em quatro ciclos, de créditos e de saques.

CIENTISTAS ANUNCIAM MEDICAMENTO COM EFICÁCIA DE 99,9 % DE EFICÁCIA CONTRA A COVID 19

Remédios, vacinas e testes para covid-19: saiba o que está sendo estudado |  Poder360

Um antiviral com ação contra o coronavírus demonstrou 99,9% de eficácia em testes com camundongos nas primeiras fases de testes. O medicamento é desenvolvido por cientistas da Griffith University, na Austrália, e do centro de pesquisas City of Hope, nos EUA. A tecnologia utilizada é inovadora e envolve RNA silenciador de genes (siRNA) para atacar diretamente o genoma do vírus, impedindo a replicação. O material é envolto em uma cápsula de nanopartículas lipídicas que levam o siRNA até os pulmões do paciente, que tende a ser o local mais crítico da infecção. “O tratamento com a terapia em camundongos infectados com SARS-CoV-2 melhorou a sobrevida e evitou mortes. Notavelmente, em sobreviventes tratados, nenhum vírus pode ser detectado nos pulmões”, afirmou em comunicado um dos pesquisadores, o professor Nigel McMillan. Outro ponto positivo do potencial medicamento é que ele é capaz de proteger contra uma família de betacoronavírus. Desta forma, pode ser usado no tratamento de variantes atuais ou que possam surgir no futuro. “Também mostramos que essas nanopartículas são estáveis a 4° C por 12 meses e em temperatura ambiente por mais de um mês, o que significa que este agente pode ser usado em ambientes com poucos recursos para tratar pacientes infectados”, continua McMillan.

GOVERNO FEDEREAL ZERA TARIFAS DE IMPORTAÇÃO DE PRODUTOS NO COMBATE A COVID 19

Um total de 628 produtos usados no combate à pandemia de Covid-19 continuarão a entrar no país sem pagar tarifa de importação até o fim do ano. O Comitê Executivo de Gestão (Gecex) da Câmara de Comércio Exterior (Camex) prorrogou em seis meses o prazo da resolução que zera o imposto. A lista inclui medicamentos, vacinas, equipamentos hospitalares, itens de higiene pessoal e outros insumos. O prazo de isenção acabaria em 30 de junho, caso não houvesse a prorrogação. Em nota, o Ministério da Economia informou que a isenção foi estendida a pedido do Ministério da Saúde, que coordena o enfrentamento à pandemia e apresentou uma nota técnica justificando a medida. A lista de produtos com tarifa zerada resulta de cooperação entre a Camex, o Ministério da Saúde, a Receita Federal e outras secretarias do Ministério da Economia. De acordo com a Camex, os produtos com tarifa zerada são definidos com base nas recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS), da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa ) e do Conselho Nacional das Secretarias Municipais de Saúde (Conasens). Alguns itens foram incluídos a pedido de associações e de empresas. Presidido pelo Ministério da Economia, o Gecex é formado por representantes da Presidência da República e dos ministérios das Relações Exteriores e da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. O órgão representa o núcleo executivo colegiado da Camex e tem, entre as atribuições, definir alíquotas dos impostos de importação e exportação, fixar medidas de defesa comercial e internalizar regras de origem de acordos comerciais.

MUNICÍPIOS DA SERRA VACINAM PROFESSORES CONTRA A COVID 19

Entenda a importância das vacinas na proteção da saúde

O município de Farroupilha, na Serra, iniciou nesta quarta-feira, a vacinação contra a Covid-19 nos professores. Estão sendo imunizados professores da rede pública e privada da educação infantil e fundamental, que estão atuando em sala de aula. Os demais docentes e trabalhadores da educação serão vacinados em etapa posterior, a ser divulgada. Para ser imunizado é preciso apresentar CPF, documento com foto e um comprovante que ateste ser professor regente (atestado da escola ou diário de classe). Também segue junto aos pontos de vacinação contra a Covid-19, a campanha Doses de Solidariedade, liderada pelo Gabinete da Primeira-Dama do município, Ariane Feltrin. A ação visa arrecadar alimentos não perecíveis, com o apoio voluntário da comunidade. Do montante arrecadado, 50% será destinado para o Hospital Beneficente São Carlos e 50% para auxílio de pessoas em vulnerabilidade social. Paralelamente à Campanha Doses de Solidariedade, também está sendo promovido o recolhimento de ração para cães e gatos junto às etapas de imunização contra a Covid-19 em Farroupilha. As doações serão destinadas para a Campanha Joaninha, que fará a distribuição das rações. No Vale do Sinos, segue nesta quarta-feira, no Centro de Eventos de São Leopoldo, a vacinação para professores do 1ª ao 5ª ano do ensino fundamental de escolas municipais e particulares da cidade. Também estão contemplados trabalhadores de educação das áreas de direção, administrativo, secretaria, segurança, portaria, limpeza e alimentação escolar das escolas particulares e municipais que atendam do 1º ao 5º ano do ensino fundamental. A lista será enviada pela Secretaria da Educação. Ainda assim, os profissionais devem levar CPF, documento com foto, contracheque ou contrato de trabalho. Por conta do grande número de guichês, o atendimento será feito a pé e não no sistema drive-thru. O município de São Leopoldo está seguindo a ordem definida no Programa Nacional de Imunizações (PNI) e demais profissionais da área da educação devem receber a imunização assim que receber novas doses de vacina.

REGIÃO DE CAXIAS DO SUL ESTÁ SOB AVISO DE “ALERTA” NO NOVO SISTEMA 3As

Sistema 3As de Monitoramento

O Grupo de Trabalho (GT) Saúde do Comitê de Dados do governo do Rio Grande do Sul emitiu novas notificações dentro do Sistema 3As no final da noite dessa quarta-feira para seis cidades do Estado. São alertas e avisos que serão avaliados nesta quinta-feira pelo Gabinete de Crise do governo comandado por Eduardo Leite.  Depois de receber um comunicado na terça-feira, os técnicos em saúde emitiram um novo aviso para Caxias do Sul ontem, quarta feira. A região de Bagé também receberá um aviso. Como não dependem da deliberação do Gabinete de Crise, os avisos foram emitidos diretamente pelo governo do Estado às associações regionais e prefeituras. O GT Saúde também recomendou ao Gabinete de Crise (GC) quatro alertas, para Palmeira das Missões, Erechim, Santa Rosa e Uruguaiana. Os alertas são divulgados quando é detectado uma tendência grave no quadro da pandemia na região, mas para eles serem emitidos dependem da aprovação do GC. O aviso é emitido quando os técnicos em saúde detectam uma tendência de crescimento no quadro da pandemia. Desta forma, o GT Saúde emite um aviso para a equipe técnica da região, que deverá redobrar a atenção para o quadro da pandemia. A reunião do GC para avaliação sobre a emissão ou não dos novos alertas está prevista para ocorrer durante a manhã. Após a reunião, serão divulgados os boletins com as informações que levaram os técnicos a fazer as recomendações sobre as quatro regiões.

PESSOAS COM MAIS DE 65 ANOS TERÃO SEGUNDA DOSE DA CORONAVAC

A Secretaria da Saúde Veranópolis informa que está recebendo mais 580 doses da vacina contra a Covid (CORONAVAC – laboratório Butantan) para aplicar a 2ª dose aos idosos com 65 anos ou mais, que ainda não completaram a imunização. Nesta sexta-feira, dia 21/05, a partir das 8 horas, os longevos devem buscar o Posto de Saúde de sua referência para realizar a segunda dose da vacina contra a Covid-19. É necessário que o idoso leve junto o cartão de vacinação e documento de identificação.

Comentários