MINISTÉRIO DA SAÚDE DISTRIBUI MAIS 5,1 MILHÕES DE DOSES DE VACINAS CONTRA A COVID 19

Estados Unidos avaliam doar doses de vacina de Oxford para o Brasil

O Ministério da Saúde começa a distribuir, a partir desta quinta-feira (29), um novo lote com 5,2 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 em todo o país. Ao todo, são 5,1 milhões de doses da AstraZeneca/Oxford, da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), e 104,8 mil doses da CoronaVac, do Instituto Butantan. Os dois imunizantes são produzidos no Brasil com matéria-prima importada. Também nesta quinta-feira (29), chegará ao Brasil o primeiro lote com 1 milhão de doses da vacina da Pfizer. A remessa faz parte do acordo entre o Ministério da Saúde e a farmacêutica fechado em março para a entrega de 100 milhões de doses de vacinas até o final do terceiro trimestre de 2021. De acordo com o ministério, todos os estados e o Distrito Federal vão receber as novas remessas em uma divisão proporcional e igualitária a partir desta quinta (29). As doses são destinadas para a vacinação de idosos entre 60 e 64 anos, forças de segurança e salvamento e Forças Armadas que atuam na linha de frente da pandemia. Além disso, estão sendo enviadas vacinas adicionais para imunização de trabalhadores da saúde de Santa Catarina.  Esquema vacinal — Segundo o ministério, a estratégia de distribuição de vacinas covid-19 é revisada semanalmente em reuniões tripartites (governos federal, estaduais e municipais), observando as confirmações do cronograma de entregas por parte dos laboratórios. O objetivo é garantir a cobertura do esquema vacinal no tempo recomendado de cada imunizante: quatro semanas para a vacina do Butantan e 12 semanas para as doses da Fiocruz. O Ministério da Saúde reforça para que a população tome a segunda dose da vacina contra a covid-19, mesmo que a aplicação ocorra fora do prazo recomendado pelo laboratório, para assegurar a proteção adequada contra a doença.

GOVERNO DO ESTADO PUBLICA CALENDÁRIO DO RETORNO DAS AULAS

Volta às aulas em 2021, veja as possíveis datas por estado da Federação

O governo do Rio Grande do Sul publicou um calendário de retorno às aulas presenciais, na noite desta quarta-feira. O programa prevê a organização das escolas na sexta-feira e a volta dos alunos às instituições de ensino a partir de segunda-feira. De acordo com nota oficial, a retomada foi escalonada para garantir a preparação dos protocolos de higiene e distanciamento, assim como a volta dos estudantes sem aglomeração. Nas determinações, serão três horas de aulas presenciais e duas horas, remotas. O governo salienta que a atividade presencial ficará a critério das famílias e responsáveis. Os alunos que desejarem, continuarão a recebe o conteúdo de forma remota. “As equipes diretivas das escolas estão autorizadas a receber seus professores e servidores para o encaminhamento de todas as ações voltadas ao retorno dos estudantes, seguindo os protocolos sanitários adotados na pandemia”, enfatiza o informativo. CALENDÁRIO DE RETORNO PARA AS AULAS PRESENCIAIS NA REDE ESTADUAL • Até 30/4 – Organização das escolas • 3/5 – Educação Infantil e 1º e 2º anos do Ensino Fundamental • 5/5 – 3º, 4º e 5º anos do Ensino Fundamental • 7/5 – Anos finais do Ensino Fundamental (6º ao 9º ano) • 10/5 – 1º ano do Ensino Médio • 12/5 – 2º e 3º anos do Ensino Médio • 13/5 – Ensino Técnico e Curso Normal Calendário para escolas com somente Ensino Médio, escolas EJA e Neejas, escolas com somente educação profissional e escolas especiais.

RS RECEBE DOSES ANTECIPADAS DE VACINAS

RS receberá mais 360 mil doses de vacinas contra a Covid nesta quinta, diz  Secretaria da Saúde | Rio Grande do Sul | G1

A nova remessa de doses de vacina contra a Covid-19 chegará nesta quinta-feira no Rio Grande do Sul. O lote com 360.950 doses de imunizantes teve seu envio antecipado e deve desembarcar pela manhã em Porto Alegre. No entanto, de acordo com a Secretario Estadual de Sáude (SES) ainda não há uma confirmação se já serão distribuídas no mesmo dia aos municípios.  Conforme a pasta estadual, com as 353.750 doses da AstraZeneca o plano é vacinar os idosos e atingir 100% da faixa etária dos 60 anos. Também será possível começar a vacinar as pessoas com comorbidades.  Também chegarão 7.200 doses da Coronavac, que serão destinadas para a aplicação da segunda dose. A aplicação da segunda dose em Porto Alegre está suspensa por falta de imunizantes. Conforme a SES, faltam 40.470 doses da Coronavac para concluir o esquema vacinal de idosos que receberam doses da remessa distribuída no dia 20 de março. 

PRIMEIRO LOTE DE VACINAS DA PFIZER CHEGAM AO BRASIL

Brasil recebe hoje primeiro lote de vacinas da Pfizer

O primeiro lote de vacinas da Pfizer chega nesta quinta-feira (29) ao Brasil. No total, 1 milhão de doses serão transportadas em voo que chegará ao Aeroporto de Viracopos, em Campinas, com aterrissagem prevista para 19 horas. As doses serão distribuídas para os 26 estados e o Distrito Federal. Segundo o Ministério da Saúde, a orientação é que sejam priorizadas as capitais devido às condições de armazenamento da vacina, que demanda temperaturas muito baixas. Conforme o Ministério da Saúde, os entes federados receberão de forma proporcional e igualitária. Os frascos serão entregues em temperaturas entre -25ºC e -15ºC, cuja conservação pode ser feita apenas durante 14 dias. Após entrar na rede de frio, com temperaturas de armazenamento entre 2ºC e 8ºC, o prazo para aplicação é de cinco dias. Por essa razão, o Ministério informou que enviará duas remessas diferentes. Cada uma delas terá 500 mil doses e será referente, respectivamente, às primeira e segunda doses que cada cidadão deverá receber. O Ministério da Saúde comprou 100 milhões de doses do imunizante. Em março, em reunião com a farmacêutica, a pasta apresentou a previsão de que até junho seriam entregues 13,5 milhões de doses. As informações são da Agência Brasil.

VACINA CONTRA A GRIPE CONTINUA EM VERANÓPOLIS

Nos dias 29 e 30/04 será realizada a imunização para crianças acima dos 6 meses até 5 anos, 11 meses e 29 dias, no horário de funcionamento de cada Unidade de Saúde. A vacinação acontece em todas as salas de vacina do município. É necessário apresentar o cartão de vacinação e documento de identificação. No dia 01/05, sábado, das 8h às 14h, acontece a vacinação EXCLUSIVAMENTE PARA CRIANÇAS, em todas as salas de vacina do município. É necessário apresentar o cartão de vacinação e documento de identificação. Para o grupo de profissionais da saúde, gestantes e puérperas, a imunização acontece nesta quinta e sexta-feira, dias 29 e 30/04, das 9h às 17h, no salão da Gruta Nossa Senhora de Lourdes. É necessário apresentar o cartão de vacinação e documento de identificação. Para profissionais da saúde é necessário portar, também, um comprovante de vínculo empregatício com estabelecimento de saúde. ⚠ Aos profissionais da saúde que já realizaram a imunização contra a COVID-19, a orientação é que seja respeitado um intervalo mínimo de 14 dias entre as doses das vacinas contra a gripe e a do coronavírus. A Secretaria de Saúde alerta aos pais ou responsáveis para que todas as crianças maiores de 6 meses a menores de 6 anos recebam a vacina contra a influenza, pois previne doenças e o surgimento de complicações.

Comentários