NOVO DECRETO DO ESTADO PARA A COGESTÃO

Publicado decreto que permite cogestão e prorroga suspensão geral de  atividades não essenciais à noite e fins de semana - Portal do Estado do  Rio Grande do Sul

O governo do Rio Grande do Sul publicou, na tarde deste domingo, o novo decreto que permite a retomada do sistema de cogestão dentro do Distanciamento Controlado. Além de permitir aos municípios adaptarem seus protocolos à realidade local, o documento prorroga a suspensão de atividades não essenciais entre 20h e 5h nos dias úteis e durante todo fim de semana e feriados.  As novas medidas são válidas a partir da meia-noite desta segunda-feira até as 23h59min do dia 4 de abril. Confira o decreto estadual na íntegra neste link.  Suspensão e retomada — O governador Eduardo Leite já havia confirmado a retomada da cogestão, com algumas mudanças nos protocolos da bandeira vermelha, na última sexta-feira. No entanto, na noite do mesmo dia, o juiz de Direito Eugênio Couto Terra, da 10ª Vara da Fazenda Pública Foro Central de Porto Alegre, suspendeu provisoriamente o retorno da gestão compartilhada. O governo estadual recorreu da decisão no sábado. A decisão foi revertida neste domingo, quando a Procuradoria-Geral do Estado do Rio Grande do Sul derrubou a liminar do Tribunal de Justiça do Estado, que suspendia a retomada da cogestão no modelo do Distanciamento Controlado. Atualmente, todo o Estado está em bandeira preta, o que representa risco altíssimo para a Covid-19. Revisão de planos — Segundo o governo estadual, as regiões que aderiram à cogestão já puderam iniciar a revisão para atualizar seus planos considerando as mudanças nos protocolos de bandeira vermelha, também previamente divulgados, que é o nível mínimo de restrição que deve ser observado neste momento em que todas as regiões estão classificadas em bandeira preta. Além disso, as prefeituras podem adotar restrições mais severas, mas não menos rigorosas do que determina o decreto estadual. Ainda de acordo com o Piratini, não há prazo para a atualização dos planos regionais, devendo ser utilizadas as regras de bandeira preta até que isso seja feito. A partir dos decretos municipais, as regras já passam a valer nas respectivas cidades.  VERANÓPOLIS — conforme liberado pelo Governo Estadual, o município de Veranópolis oficializa a adesão ao regime de cogestão, onde poderá adorar as regras estabelecidas pela bandeira vermelha (Decreto RS nº 55.799, de 21 de março). Ao longo desta segunda-feira, dia 22, o Poder Executivo Municipal estará publicando o decreto que deverá conter o regramento a ser seguido em Veranópolis durante essa semana.

VACINAÇÃO NO RS JÁ ATINGE PESSOAS COM 69 ANOS

Saiba como é feita uma vacina e como ela funciona no organismo

As 322 mil doses de vacinas contra a Covid-19 que chegaram ao RS nesse sábado começarão a ser distribuídas a parri desta segunda. A Secretaria da Saúde (SES) definiu que as doses deverão ser aplicadas em 100% dos idosos de 70, 71 e 72 anos; 100% da população quilombola e em 34% das pessoas de 69 anos no Rio Grande do Sul. A projeção da secretária Arita Bergmann é de que todas as doses cheguem às coordenadorias regionais até o meio-dia de terça. “Peço celeridade dos municípios na aplicação, até com forças-tarefa, pois temos que correr para ampliar o número de pessoas vacinadas no Estado”, clamou. Em pouco mais de dois meses, cerca de 6% da população do RS ao menos iniciou o processo de imunização contra a Covid-19 – para o qual são necessárias duas aplicações de vacina, seja ela Coronavac ou a de Oxford. O lote que chegou no sábado tem 285.800 doses de CoronaVac, produzida no Brasil pelo Instituto Butantan, e 36.250 da Oxford/AstraZeneca, da Fundação Oswaldo Cruz. A faixa etária do público alvo da vacinação varia conforme os municípios. Porto Alegre começa a vacinar idosos com idade a partir de 73 anos nesta segunda-feira, em 33 unidades de saúde, além de três pontos de drive-thru. 

TESTE REVELA QUE VACINA ASTRAZENECA/OXFORD É EFICAZ EM 79%

Vacina Oxford da AstraZeneca para Covid-19: últimos resultados e  detalhamento - Sanar Medicina

A vacina contra a Covid-19 desenvolvida pela AstraZeneca se mostrou segura e 79% eficaz na prevenção de quadros sintomáticos da doença em ensaios clínicos que envolveram mais de 32 mil pessoas nos Estados Unidos, informou a farmacêutica nesta segunda-feira, dia 22. A empresa afirmou que vai continuar analisando os dados e que vai preparar um pedido de autorização emergencial de uso do imunizante nos EUA nas próximas semanas, um movimento que – se aprovado – vai adicionar uma vacina ao rol das que estão disponíveis no país.  O imunizante já é amplamente utilizado fora dos EUA. Os ensaios clínicos no país, no entanto, são os testes de mais larga escala da vacina já feitos e podem aumentar a confiança no seu uso, após dúvidas sobre a sua eficácia e sobre problemas sérios de coagulação do sangue em um pequeno número de pessoas que receberam doses na Europa. Os testes nos EUA não identificaram aumento do risco de problemas sérios de coagulação. A AstraZeneca disse que a vacina teve eficácia de 80% em pacientes de 65 anos ou mais. As preocupações com a coagulação do sangue levaram mais de uma dúzia de países europeus, incluindo Alemanha e Itália, a suspender temporariamente o uso do imunizante este mês. A maior parte voltou a administrar a vacina depois que as autoridades regulatórias da Europa e do Reino Unido voltaram a endossar o uso do imunizante, a despeito dos raros problemas de coagulação, cuja associação ao imunizante não foi comprovada. Os reguladores afirmaram que não podem descartar uma conexão, mas disseram que a vacina é uma arma importante na prevenção de mortes e de doenças sérias e que seus benefícios superam os riscos potenciais. 

MINISTÉRIO DA SAÚDE AUTORIZA UTILIZAÇÃO DE TODAS AS VACINAS CONTRA O COVID 19

Localiza SUS

O Ministério da Saúde autorizou a utilização imediata de todas as vacinas contra a Covid-19 que foram entregues aos estados e municípios. Inicialmente, a orientação do Ministério da Saúde foi pela manutenção de estoques para aplicação da segunda dose dos imunizantes, mas, diante da confirmação de entregas semanais pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e pelo Instituto Butantan, a medida foi tomada para ampliar o número de vacinados em todo o país. A recomendação também vale para as 5 milhões de doses que serão entregues neste final de semana pelos dois órgãos. Segundo a pasta, a liberação das doses que seriam mantidas em estoque estava em estudo há duas semanas e foi implementada após o aceleramento da produção nas duas instituições brasileiras com a chegada de Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) importado. “Com a liberação para aplicação de imediato de todo o estoque de vacinas guardadas nas secretarias municipais, vamos conseguir dobrar a aplicação esta semana, imunizando uma grande quantidade da população brasileira, salvando e protegendo mais vidas” disse o ministro.

NANOSATÉLITE RODUZIDO PELA UFSM É LANÇADO COM SUCESSO

Parceria com a Rússia levará nanossatélite brasileiro à órbita | Jornews -  Portal de Notícias

Após ter sua saída adiada por duas vezes, o NanoSatC-Br2, nanosatélite brasileiro desenvolvido pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), foi colocado em órbita na madrugada desta segunda-feira (22). O lançamento ocorreu às 3h07min, no Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, a partir do foguete russo Soyuz-2.  O NanoSatC-Br2 tem o formato de um paralelepípedo, com 22cm de comprimento, 10cm de largura e 10cm de altura. Ele pesa apenas 1,7kg e foi desenvolvido por pesquisadores da UFSM em parceria com a Agência Espacial Brasileira (AEB) e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), instituições ligadas ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação. O nanossatélite foi lançado na chamada órbita baixa terrestre, a cerca de 600km da superfície do planeta.  O objetivo é estudar e monitorar, em tempo real, distúrbios observados na magnetosfera, a intensidade do campo geomagnético e a precipitação de partículas energéticas sobre o território brasileiro.

MUNICÍPIO ABRE INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO SELETIVO

O Município de Veranópolis torna público que, conforme Edital nº 83, de 19 de março de 2021, estarão abertas as inscrições para o processo seletivo simplificado, da 0h do dia 22 até às 9h do dia 23 de março, por meio do envio de currículo para o e-mail pssveranopolis2021@gmail.com, visando selecionar profissionais para contrato temporário na seguinte função: Monitor escolar: 3 vagas, 30h/s. O Edital que regulamenta o certame encontra-se publicado no site www.veranopolis.rs.gov.br, no Quadro de Publicações Oficiais da Prefeitura Municipal de Veranópolis, no Diário Oficial dos Municípios do Rio Grande do Sul – http://www.diariomunicipal.com.br/famurs/pesquisar, e veiculado nos demais meios de comunicação do Município. Maiores informações pelo fone 54 3441 1477 – ramal 2057, e-mail karoline@veranopolis.rs.gov.br, ou no Centro Administrativo Saul Irineu Farina.

Comentários