RS MAIS DE 100 MIL INFECTADOS

O Rio Grande do Sul tornou-se, nesta terça-feira, o 15º estado brasileiro a ultrapassar a marca de 100 mil infectados pela Covid-19. No dia em que o Estado contabilizou 101.217 casos confirmados – com 3.251 novos contaminados. A Secretaria Estadual de Saúde (SES) também informou 78 novas mortes relacionadas à doença registradas nas últimas 24 horas. Com os novos óbitos, ocorridos entre 2 a 18 de agosto, o RS passa a ter 2.822 vítimas fatais em pouco mais de cinco meses de pandemia. O número de mortes acumuladas de ontem para hoje é um dos números mais altos reportados pela SES, próximo ao recorde de 83 óbitos em 24 horas no dia 4 de agosto. Conforme a SES, em 28 de julho e 3 de agosto houve 70 mortes. Foram as datas com maior número de vítimas em um único dia.  O boletim estadual mostra que a pandemia já chegou em 480 cidades, alcançando 97% do território gaúcho. Neste cenário, a ocupação de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) no Estado, considerando hospitais públicos e privados, é de 77,5% na tarde desta terça-feira. Frente a mais de 101,2 mil contaminados, o número de pacientes recuperados hoje é de 90.912 – 90% do total. Os demais seguem em acompanhamento médico.

BOLETIM CORONAVIRUS EM VERANÓPOLIS

Ontem, terça-feira, dia 18 de agosto 11 pessoas tiveram resultado positivo para o novo coronavírus, as quais possuem idades entre 02 a 66 anos. Um paciente está internado em Hospital em Porto Alegre, onde já estava em tratamento para doença pré-existente. Quatro casos que adquiriram o vírus por transmissão comunitária estão em isolamento domiciliar junto com seus familiares. E os outros seis casos são contatos de familiares positivados anteriormente e já são considerados curados. ais 24 pessoas que realizaram o teste tiveram resultado negativo para o novo coronavírus e mais 02 pessoas passaram a ser consideradas curadas. Nesta data são contabilizados 29 casos ativos no município.

TEMPO: TEMPORAIS E GRANIZO

O Rio Grande do Sul registrou temporais de granizo, com pontos de médio a grande diâmetro, em diversos municípios do Estado na noite desta terça-feira. Entre os municípios mais atingidos, estão Nova Esperança do Sul, Selbach, São Francisco de Assis e Jaguari. De acordo com a MetSul Meteorologia, também houve relato de granizo em alguns bairros de Porto Alegre. Cidades da região metropolitana também foram atingidas, mas em menor intensidade. A noite teve, ainda, registro de temporal com raios em algumas cidades. Porto Alegre e Eldorado do Sul foram algumas das cidades que tiveram o fenômeno meteorológico durante os temporais. 

PREFEITOS RECUSAM PROPOSTA DO GOVERNO

Se depender da decisão das prefeituras gaúchas o retorno das aulas presenciais não ocorrerá em 31 de agosto pela Educação Infantil, conforme o pré-calendário sugerido pelo governo do Estado na semana passada. Em assembleia geral realizada de ontem, terça-feira (18), a Federação das Associações de Municípios do Estado (Famurs) e as associações regionais avalizaram a pesquisa que apontou a rejeição maciça dos municípios em relação à proposta. A posição dos prefeitos será levada ao Palácio Piratini nesta quarta-feira (19), em reunião agendada para o período da manhã. De acordo com o levantamento feito pela entidade 94% dos gestores são contra a medida. O presidente da entidade, Maneco Hassen, já esperava que houvesse negativa do grupo quanto ao calendário, mas não tão significativa. Segundo ele, a intenção dos prefeitos é não autorizarem a retomada das aulas durante a pandemia, enquanto não houver segurança para a comunidade escolar em relação à diminuição da disseminação do coronavírus.  Eles também cobrarão que o governador assuma a responsabilidade pela liberação das aulas, não deixando a decisão a cargo do “julgamento dos prefeitos”, como sugeriu em live na segunda-feira.

R$600,00 HOJE TEM MAIS UM PAGAMENTO

Mais 5,8 milhões recebem nesta quarta-feira parcelas do auxílio emergencial de R$ 600. A Caixa vai creditar na conta poupança digital a primeira, segunda, terceira e quarta parcelas para 3,9 milhões nascidos em outubro, que fazem parte do ciclo 1 do calendário. Outros 96 mil também nascidos em outubro, incluídos no último lote, recebem primeira, terceira e quarta parcelas. Para o Bolsa Família, serão beneficiadas 1,9 milhão de pessoas com número final 2 do NIS. O recebimento do auxílio para este grupo é feito da mesma forma que o benefício regular, utilizando o cartão nos canais de autoatendimento, unidades lotéricas e correspondentes Caixa Aqui, ou por crédito na conta Caixa Fácil. Para os demais, o auxílio primeiro é depositado na conta poupança digital, em que o beneficiário pode movimentar para pagamento de boletos, conta de água, luz e telefone, além de fazer compras, por meio do aplicativo Caixa Tem. O resgate em dinheiro e a transferência só são liberados no calendário de saque.

COVID 19 E A VACINA

A Austrália tornará obrigatória a vacina contra o coronavírus, com algumas exceções médicas, afirmou o primeiro-ministro Scott Morrison nesta quarta-feira. O chefe de governo conservador declarou que a vacinação “seria obrigatória, na medida do que pode ser obrigatório”. “Sempre há exceções à vacina, por razões médicas, mas deve ser a única”, declarou Morrison à rádio 3AW de Melbourne. O primeiro-ministro anunciou na terça-feira que o país fechou um acordo para obter a vacina “promissora” que está sendo desenvolvida pelo grupo farmacêutico sueco-britânico AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford, no Reino Unido. Morrison disse que o país produzirá e distribuirá gratuitamente vacina à população. A vacina de Oxford é uma das cinco que estão atualmente na fase 3 dos testes. Os cientistas acreditam que podem ter resultados até o fim do ano. A Austrália ainda precisa assinar um acordo final com a AstraZeneca sobre o preço da vacina. Até o momento não foi designado um fabricante local. CUBA. Cuba começará na próxima semana os ensaios clínicos em humanos de seu projeto de vacina contra Covid-19, o “Soberana 01”, cujos resultados estão programados para fevereiro de 2021, informaram as autoridades sanitárias. O Registro Público de Ensaios Clínicos de Cuba e o Centro de Controle Estatal de Medicamentos, Equipamentos e Dispositivos Médicos autorizaram o início dos ensaios em 676 pessoas entre 19 e 80 anos. BRASIL. O Brasil através da Fiocruz, vinculada ao Ministério da Saúde, e o laboratório AstraZeneca assinaram em julho deste ano um documento que dará base para o acordo sobre a transferência de tecnologia e produção da vacina contra a Covid-19 no país, caso seja comprovada a sua eficácia e segurança. O entendimento é o passo seguinte às negociações realizadas pelo Governo Federa. A previsão para início da produção da vacina no Brasil é a partir de dezembro deste ano. DADOS MUNDIAIS DO COVID 19: Casos de coronavírus: 22.341.273 Mortes: 785.103 Recuperados: 15.074.718

Comentários