CNH: agora é com os deputados

Além de ampliar a validade da habilitação e dobrar o limite de pontuação de multas, o projeto de lei entregue pelo presidente Jair Bolsonaro à Câmara dos Deputados na terça-feira altera outros pontos da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Antes de entrar em vigor, entretanto, o texto será discutido em comissões especiais e aprovado pelos parlamentares. O texto inclui a exigência nos veículos de cadeirinha (adaptada ao peso e idade) para crianças com idade até sete anos e meio. Ainda, os motoristas profissionais não precisarão realizar o exame toxicológico para detectar o consumo de drogas. Especialistas em engenharia de tráfego, segurança viária, medicina e direito do trânsito manifestam receio de que as medidas trazidas pelo projeto de lei resultem na elevação de acidentes fatais no País, caso sejam aprovadas. Em 2017, cerca de 35 mil brasileiros morreram nas ruas e estradas – a maior parte deles homens e de idade entre 20 e 39 anos.

Comentários