PAIXÃO CORTES – HOMENAGEM PÓSTUMA NO SENADO FEDERAL

O folclorista Paixão Côrtes recebeu uma homenagem póstuma do Senado pelos relevantes serviços prestados à cultura nacional.A Comenda Luís da Câmara Cascudo foi entregue ao filho Carlos Paixão Côrtes (com a placa) pelo senador Lasier Martins (à sua direita), autor da proposta. Também estavam presentes os senadores gaúchos Paulo Paim e Ana Amélia Lemos.Carlos agradeceu a homenagem ao pai e revelou que está a caminho uma fundação para honrar a memória dele e dar continuidade à sua missão. Símbolo do gauchismo, o tradicionalista Paixão Côrtes morreu em agosto, em Porto Alegre aos 91 anos.Ele estava internado desde 18 de julho após fraturar o fêmur em uma queda e passar por uma cirurgia. Em situação delicada pela idade avançada, sofreu algumas complicações pós-cirúrgicas. Patrono da Feira do Livro de Porto Alegre em 2010, Paixão jamais deixou de trabalhar na pesquisa das manifestações culturais identificadas com o Estado. Em  entrevista a ZH, concedida em 2013, revelou que seguia trabalhando na organização e sistematização da pesquisa realizada ao longo de toda sua vida, e que gostaria de publicar em uma edição única de aproximadamente 700 páginas. Paixão tinha até um título provisório para a obra, que vinha alinhavando com a ajuda do filho Carlos Paixão Côrtes: Dançando à Moda dos Antigamentes.

Comentários