Foram finalizados os dados da Consulta Popular 2017-2018. Os eleitores (em um total de 5,18%) de 32 municípios do Corede Serra votaram pela internet e através de SMS e definiram de seis, três projetos para a região.

Com 27.491 votos, o programa de Apoio aos Hospitais de Alta Complexidade e Microrregionais foi o mais votado, com a garantia de R$ 762.857,15. O segundo colocado na área de Desenvolvimento Rural, com 2.576 votos, Projetos de Implantação de Internet na Zona Rural, com a quantia de R$ 457.714,29 e o terceiro, nas áreas de Cultura, Turismo e Esportes, Projetos de Regionalização do Turismo, com 1.692 votos e com R$ 305.142,86.

De R$ 1.525.714,29 para o Corede Serra, o regulamento prevê que o Programa com mais votos receberá 50% do valor, a 2ª demanda 30% do total e o 3º projeto mais votado receberá 20% do orçamento.

O projeto mais votado na saúde, terá a dificuldade de distribuir R$ 762.857,15, para os interessados: Hospitais Geral de Caxias do Sul e Pompéia, Hospital Tacchini de Bento Gonçalves, Hospital São Carlos de Farroupilha, Hospital São João Batista de Nova Prata, Hospital São Peregrino Lazziozi de Veranópolis e Hospital São José de Antônio Prado.

O presidente do Corede Serra, Isidoro Zorzi, comemora a boa adesão da região em termos de votação. ?Foi bem sucedida apesar do pouco tempo que tivemos para divulgar?, analisa. Ele informou que uma reunião com as equipes técnicas das Secretarias veiculadas aos projetos, dia 1º de setembro, em Caxias, irá definir a forma de repasse de valores.

A coordenadora da 5ª Coordenadoria Regional de Saúde (5ª CRS), Solange Sonda, disse a Difusora que não é garantido o valor para todos os Hospitais. ?Vamos estar com toda a equipe técnica, onde vamos analisar o projeto de cada um. Em anos anteriores Hospitais ganharam e não apresentaram a proposta, perdendo o recurso da Consulta Popular. Mas claro que todos tem um papel importante?, comentou.

O Corede Serra tem até 15 de janeiro de 2018 para entregar os projetos definidos em suas áreas, para que possa haver o repasse de recursos pelo Governo do Estado.

NO RS

A Consulta Popular 2017-2018 registrou 507.767 votações pela internet, a maior participação digital já alcançada. Por SMS, foram 1.608 pessoas. Os votos por aplicativo somaram 196.460 eleitores. No ano passado, quando já não havia mais votação em papel, 405.541 pessoas elencaram as prioridades de investimentos ? incluindo internet, SMS e aplicativo. Em 2015, quando ainda não era usado o SMS, foram 565.972 votos.

Poder de decisão

Instituída em 1998, a Consulta Popular é um instrumento de participação da sociedade, que define parte dos investimentos que constarão no Orçamento do Estado. Anualmente, o governo fixa o valor ? de R$ 60 milhões em 2017 ? que será submetido à deliberação da população. A quantia é distribuída entre as regiões de acordo com critérios como a quantidade de habitantes e o Índice de Desenvolvimento Socioeconômico (Idese).

Fonte: Com informações da Rádio Difusora