BRASIL TERÁ 230,7 MILHÕES DE DOSES DE VACINAS

Resultado de imagem para pazzuelo

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, apresentou nesta quarta-feira um cronograma em que prevê a distribuição de cerca de 230,7 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 até julho. O anúncio foi feito durante reunião virtual com governadores, informou a pasta. Na programação apresentada, o ministro incluiu as negociações com os laboratórios União Química/Gamaleya e Precisa/Bharat Biotech, que podem garantir ao Brasil a chegada da vacina russa Sputnik V e da indiana Covaxin, respectivamente. A previsão, de acordo com a pasta, é que o contrato com os dois laboratórios seja assinado ainda nesta semana. Os dois imunizantes ainda não possuem pedido de uso emergencial aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). As próximas entregas aos estados acontecem ainda em fevereiro: serão 2 milhões de doses da AstraZeneca/Fiocruz, importadas da Índia, e 9,3 milhões da Sinovac/Butantan, produzidas no Brasil. Em março, a pasta também aguarda a chegada de 18 milhões de doses da vacina do Butantan e mais 16,9 milhões da vacina da AstraZeneca.

RS VAI RECEBER 300 MIL DOSES DE VACINAS

Resultado de imagem para VACINAS RIO GRANDE DO SUL

O Ministério da Saúde planeja distribuir aos estados um lote com mais 4,8 milhões de doses da Coronavac na próxima terça-feira (23) e a estimativa inicial é que o Rio Grande do Sul receba cerca de 300 mil doses. Se confirmadas, as doses irão garantir a manutenção da vacinação entre os grupos prioritários e a aplicação da segunda dose do imunizante entre os gaúchos. Com doses de vacina contra a Covid-19 se esgotando, governadores e congressistas preparam uma ofensiva sobre o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para acelerar a chegada de novos imunizantes ao País. Nesta quarta-feira (17), o Fórum dos Governadores reúne-se com Pazuello a fim de cobrar ações mais efetivas para a chegada de vacinas. Se for confirmado o envio, a Secretaria Estadual da Saúde (SES) afirma que irá repassar imediatamente as doses aos municípios para dar continuidade à imunização da população gaúcha, especialmente do grupo prioritário dos idosos, os mais afetados pela doença. Ainda de acordo com o governo do Estado, parte do lote servirá para a aplicação da segunda dose. Os quantitativos para cada público estão sendo definidos.O RS já recebeu quatro remessas de vacinas, que totalizam 704,4 mil doses. O primeiro lote, com 341,8 mil vacinas CoronaVac, chegou em 18 de janeiro. Outras 116 mil vacinas da Oxford/AstraZeneca foram recebidas em 24 de janeiro. A terceira remessa, com 53,4 mil doses da CoronaVac, desembarcou em solo gaúcho no dia 1 de fevereiro. No dia 7 deste mês chegaram mais 193,2 mil doses da CoronaVac.

9,5 MILHÕES DE REAIS NÃO FORAM SACADOS DO PIS/PASEP

Resultado de imagem para SAQUE pis pasep 2020 2021

O abono salarial PIS/Pasep exercício 2020/2021 não foi sacado ainda por 8,5 milhões de trabalhadores. O calendário de pagamento terminou em 9 de fevereiro, mas ainda restam R$ 6,5 bilhões para serem resgatados. O saque pode ser realizado até 30 de junho de 2021. Segundo a Caixa, responsável pelo PIS, até o momento mais de 14 milhões de pessoas já sacaram os valores do abono, o que corresponde a R$ 10,8 bilhões em recursos. O total previsto é de R$ 17 bilhões para 22,2 milhões trabalhadores. Já o Banco do Brasil, responsável pelo Pasep, realizou a identificação do abono salarial para 2,7 milhões de trabalhadores, totalizando R$ 2,5 bilhões. Desse total, cerca de 2,2 milhões de trabalhadores já fizeram o saque do benefício, totalizando R$ 2,2 bilhões. Ainda não sacaram cerca de 477 mil trabalhadores, totalizando um saldo de R$ 373 milhões. Valor – Espécie de 14º salário pago a trabalhadores formais que recebem até dois salários mínimos, o valor do abono salarial foi atualizado em função do ajuste do salário mínimo, que passou a ser de R$ 1.100. No ano-base 2019, o valor do benefício variava de R$ 88 a R$ 1.045, de acordo com a quantidade de meses trabalhados com a carteira assinada no ano anterior. Agora, a quantia vai de R$ 92 a R$ 1.100.

BRASIL AUMENTA PRODUÇÃO DE PETRÓLEO

Resultado de imagem para BRASIL AUMENTA PRODUÇÃO DE PETRÓLEO

A produção brasileira de petróleo aumentou 5,26% em janeiro deste ano em relação à de dezembro de 2020, alcançando média em torno de 2,870 milhões de barris por dia. Já a produção de gás natural evoluiu 7,36%, com média de cerca de 136,327 milhões de metros cúbicos diários. Os dados constam do Painel Dinâmico de Produção do Petróleo e Gás Natural e foram divulgados hoje (17) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). De acordo com a ANP, o aumento de 30% na produção do campo de Búzios, que atingiu em janeiro a marca 643,5 mil barris de óleo equivalente por dia, contribuiu para o resultado. Somando a produção dos campos de Tupi e Búzios, o resultado ultrapassou 50% da produção nacional. Com isso, a produção do pré-sal voltou a superar 70% do total nacional em óleo equivalente, salientou a ANP. O painel revela que entre os estados produtores, o Rio de Janeiro respondeu por 79,86% da produção brasileira de petróleo e por 61,30% da produção de gás natural, em janeiro. Entre os operadores, destaque para a Petrobras, que manteve a liderança do ranking de produção nacional, com um total, no primeiro mês do ano, de quase 109 milhões de barris de óleo equivalente (boe – unidade utilizada pela indústria do petróleo para comparar volumes de petróleo e gás natural).

PERSEVERANCE CHEGA EM MARTE COM TRANSMISSÃO AO VIVO

Resultado de imagem para PERSEVERANCE  CHEGA EM MARTEVNASA
Resultado de imagem para PERSEVERANCE  CHEGA EM MARTEVNASA

Já está quase no fim a contagem regressiva para o pouso da sonda que colocará o rover Perseverance (veículo exploratório), da Nasa, a agência espacial norte-americana, em solo marciano. O pouso está previsto para ocorrer no final da tarde desta quinta-feira (18). Se tudo der certo, o Perseverance pousará no que já foi, um dia, o delta de um rio. A região é conhecida como cratera Jezero. O Perseverance é um robô cheio de tecnologias enviado para pesquisar solo e atmosfera do Planeta Vermelho. Além de avançar nos conhecimentos sobre a geologia de Marte, essa missão tem por objetivo procurar sinais de vida antiga no planeta vizinho. Para isso, carrega sete instrumentos com o que há de mais avançado em termos de imagens, análises químicas e de minérios, além de espectrômetros e outras tecnologias que tentarão até mesmo produzir oxigênio. A meta é ampliar como nunca os conhecimentos sobre Marte, de forma a viabilizar futuras explorações ao planeta. O rover Perseverance pesa por volta de uma tonelada. Ele tem cerca de 3 metros de comprimento, 2,7 metros de largura; e 2,2 metros de altura. Quem quiser acompanhar esse acontecimento histórico pode entrar no site oficial da Nasa Mars 2020 Perseverance Rover – NASA Mars, onde está rodando a contagem regressiva para o pouso.

Comentários