REGRAS DA ANVISA PARA APROVAR VACINA CONTRA COVID 19

Anvisa responde Carta da SBMN sobre suspensão da disponibilidade de  radiofármacos transportadores de dopamina em território nacional – SBMN

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) divulgou nesta quarta-feira um documento com uma série de requisitos mínimos a serem cumpridos por empresas que desejarem obter aprovação de uso emergencial de uma vacina contra Covid-19 no Brasil. Um dos pontos mais importantes é que qualquer candidata precisa estar na fase 3 dos testes clínicos (em humanos) sendo realizados no Brasil. Isto limita o cenário, até o momento, a quatro vacinas. São elas: Universidade de Oxford/AstraZeneca, Sinovac Biotech/Instituto Butantan, BioNTech/Pfizer e Janssen (Johnson & Johnson). A vacina Sputnik V, desenvolvida pelo Instituto Gamaleya, na Rússia, ainda não obteve autorização da agência para iniciar os testes. A Diretoria Colegiada da Anvisa fará a avaliação de cada pedido individualmente com base nos dados apresentados pelos requerentes. Isto deve influir a população-alvo, características do produto, resultados dos estudos pré-clínicos e clínicos, totalidade das evidências científicas disponíveis sobre o produto, dentre outros. “A empresa patrocinadora do ensaio clínico em execução no Brasil deve continuar a execução dos estudos e a coleta dos dados de forma controlada, devendo atuar para a apresentação de um pedido de registro sanitário na Anvisa.” 

MINISTRO GARANTE 15 MILHÕES DE VACINAS NO INÍCIO DO ANO

Comissão confirma audiência com Pazuello sobre testes parados na próxima 4ª

O ministro da Saúde Eduardo Pazuello disse nesta quarta-feira que o Brasil vai receber entre janeiro e fevereiro 15 milhões de doses da vacina contra a Covid-19 do laboratório AstraZeneca, desenvolvida em parceria com a Universidade de Oxford e a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). Em audiência no Congresso Nacional, ele destacou que o contrato prevê com a Aztrazenica com escalonamento da produção que disponibilizará 100 milhões de doses ao país e transferência tecnológica que permitirá ao Brasil produzir no segundo semestre de 2021 mais 110 milhões a 160 milhões de doses. O valor do contrato é de R$ 1,9 bilhão. “Entre janeiro e fevereiro já começam a chegar 15 milhões de doses da Aztrazenica Oxford com a Fiocruz”, disse Pazuello. “No primeiro semestre chegaremos a 100 milhões. No segundo semestre, já com a tecnologia transferida, podemos produzir com a Fiocruz até 160 milhões de doses a mais. Só aí são 260 milhões de doses.”

ASSALTO AO BB EM CRICIÚMA: POLÍCIA DE SC E PRF FAZEM OPERAÇÕES NO RGS

Assalto a Banco do Brasil em Criciúma tem a marca de organização criminosa,  diz analista criminal - Jornal O Globo

A Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) anunciou na manhã desta quinta-feira a descoberta no Litoral Norte do Rio Grande do Sul de um local supostamente usado por parte da quadrilha que atacou com explosivos o Banco do Brasil de Criciúma. A propriedade, utilizada como base de apoio fica na rua Porto Guerreiro, na localidade de Santo Ângelo da Guarda, entre a BR 101 e a ERS 494, próximo da Lagoa Itapeva, no município gaúcho de Três Cachoeiras. Os efetivos do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) da PMSC e da Brigada Militar realizaram a operação a partir do final da noite de quarta-feira e que se estende na manhã desta quinta. Um indivíduo foi preso. Roupas camufladas com sangue, acionadores para explosivos, colchões, radiocomunicadores e um veículo furgão foram apreendidos no local. Vários vestígios que indicam participação no roubo bancário foram encontrados. No final da tarde de quarta-feira, cinco suspeitos de envolvimento no ataque foram detidos pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Três deles foram abordados em um Citroën C4, com placas de Brasília, na BR 101, entre Passo de Torres (SC) e Torres (RS). O trio foi encaminhado para Araranguá. Outros dois foram localizados na BR 116, em São Leopoldo, sendo levados para Porto Alegre.

TEMPORAL DEIXA MILHARES SEM LUZ

Por que falta energia quando chove? Entenda e tire as dúvidas! | Gazeta do  Cerrado

Caiu para 3,8 mil o total de clientes da Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE) sem energia em Porto Alegre e Viamão na manhã desta quinta-feira , em função do temporal da noite passada. São aproximadamente 2,9 mil pontos na Capital e 900 em Viamão, especialmente na área rural do município. Ontem, às 23h, havia 50 mil consumidores desabastecidos, 45 mil deles na maior cidade do Estado. Mais cedo, o vento acompanhado de chuva forte desarmou 11 alimentadores, deixando às escuras 100 mil clientes da companhia. Pelas redes sociais, a empresa afirmou que “o atendimento é feito levando em consideração os critérios de prioridade estabelecidos pela Aneel, buscando restabelecer o fornecimento para o maior número de pessoas possível no menor tempo viável”.

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, envergonha até bolsonaristas -  24/09/2020 - UOL Notícias

MINISTRO DA EDUCAÇÃO VOLTA ATRÁS

Nesta quarta-feira, 02 de dezembro, uma portaria publicada no Diário Oficial da União, informou que o Ministério da Educação (MEC) voltou atrás da decisão de retomar as atividades presenciais no dia 4 de janeiro. Segundo informações o texto gerou repercussão negativa e foi considerado por especialistas como inconstitucional. Na portaria, assinada pelo ministro Milton Ribeiro, as aulas deveriam ser retomadas nas instituições federais de ensino em janeiro de 2021, mas governo voltou atrás nesta tarde. O MEC deve abrir uma consulta pública em breve para decidir sobre o retorno das atividades.

2020 UM DOS ANOS MAIS QUENTES DA HISTÓRIA

Onda de calor na primavera: como será o verão no Brasil? | Natureza | G1

Com o avanço do aquecimento global, o ano de 2020 deve terminar como um dos três mais quentes do registro histórico, e a década de 2011 a 2020 como a mais quente desde que a temperatura começou a ser medida, no fim do século 19. É o que estima a Organização Meteorológica Mundial (OMM) com base na situação observada entre janeiro e outubro deste ano. Um relatório prévio do seu Estado do Clima Global em 2020 foi divulgado nesta quarta-feira. “A temperatura média global em 2020 deve ficar em cerca de 1,2°C acima do nível pré-industrial (1850-1900). Há pelo menos uma chance em cinco de exceder temporariamente 1,5°C até 2024”, afirmou o secretário-geral da OMM, Petteri Taalas, em comunicado à imprensa. Conter o aquecimento do planeta em 1,5°C até o fim do século é o objetivo mais ousado do Acordo de Paris, estabelecido em 2015, mas parece estar cada vez mais longe de ser alcançado. De acordo com o relatório, a temperatura do oceano está em níveis recordes e mais de 80% dos mares do planeta experimentaram uma onda de calor marinha em algum momento de 2020, impactando de forma generalizada os ecossistemas marinhos que já sofrem com águas mais ácidas devido à absorção de dióxido de carbono (CO2). Esse aquecimento dos oceanos colaborou com a ocorrência de um número recorde de furacões no Atlântico.

A Mega-Sena acumulou novamente no sorteio desta quarta-feira, após nenhum apostador cravar todas as seis dezenas reveladas pelo concurso 2.323 da loteria. Para o próximo sorteio, marcado para acontecer no sábado, o prêmio projetado pela Caixa para quem acertar a sena é de R$ 11 milhões. Os números sorteados foram: 20 — 27 — 35 — 39 — 50 — 59. Apesar de ninguém ter faturado o prêmio principal, 29 bilhetes acertaram a quina e têm o direito de receber R$ 67.337,34 cada. Outras 1.825 apostas cravaram a quadra e faturaram R$ 1.528,59 cada.

Comentários