ADIOS DIEGUITO!

Entre choros e cânticos, milhares de argentinos iniciaram nesta quinta-feira (26) um lento desfile diante do caixão de Diego Maradona, que está sendo velado com honras na Casa Rosada, em um caixão coberto com bandeira argentina e com as camisas da seleção do país e do Boca Juniors com seu número “10”. Pouco depois das 6h, as portas da sede de governo foram abertas para a entrada dos torcedores, inconsoláveis, que permaneceram durante a noite em vigília na Praça de Maio, com direito a cânticos de despedida a seu ídolo. Maradona faleceu aos 60 anos, vítima de uma parada cardíaca. “Ele é um gênio, ele é o povo, ele é como nós, a vida, o amor”, disse Andrés Quintero, de 42 anos, que viajou duas horas, da cidade de Tigre, para acompanhar o velório. O início foi marcado por alguns distúrbios entre a multidão e a polícia, após o atraso do início do velório, que prosseguirá até 16h. A entrada da Casa Rosada está atravessada por uma enorme fita preta, sob a qual alguns fãs entram sem conter as lágrimas. O velório foi reduzido de três dias para apenas um, a pedido da família. Centenas de mensagens enviadas por atletas e personalidades políticas de todo mundo refletiram a popularidade internacional do astro argentino. Lionel Messi e Pelé, outras estrelas mundiais do futebol, encabeçaram uma longa lista de emotivas despedidas a Maradona.

AUMENTA SINDROME RESPIRATÓRIA AGUDA

Novos dados do sistema InfoGripe indicam... - Fundação Oswaldo Cruz  (Fiocruz) | Facebook

Novo boletim de monitoramento semanal Infogripe, da Fiocruz, aponta uma tendência de aumento de casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) em todo o país. A síndrome pode ser causada por diferentes vírus respiratórios, mas, este ano, cerca de 98% dos casos são causados pelo SarsCov2. Divulgado nesta quarta-feira, o novo dado se soma a uma série de outras evidências do agravamento da epidemia de Covid-19. A tendência de aumento já vinha sendo indicada há várias semanas em diferentes capitais, mas esta é a primeira vez desde o fim de junho que a tendência de aumento é constatada em todo o território. Segundo o novo boletim Infogripe, doze das 27 capitais brasileiras apresentam uma tendência de moderada a forte no crescimento do número de casos nas últimas seis semanas, entre elas São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal.

EXPECTTIVA DE VIDA AUMENTOU

Segundo IBGE, expectativa de vida do brasileiro sobe para 75,2 anos

A expectativa de vida do brasileiro subiu três meses em 2019, passando de 76,3 anos em 2018 anos para 76,6 anos, segundo dados divulgados nesta quinta-feira, 26, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os dados estão na Tábua Completa de Mortalidade de 2019, publicada no Diário Oficial da União (DOU). O aumento, embora pequeno, mantém a tendência de crescimento da taxa por anos consecutivos. Há quase dez anos, em 2011, a esperança de vida do brasileiro era de 74,1 anos. No ano seguinte, passou para 74,6 anos e depois para 74,9 anos. Em 2014, a taxa ficou em 75,2 anos; em 2015, em 75,5 anos; em 2016, 75,8 anos; em 2017, 76 anos; e, em 2018, foi de 76,3 anos. O IBGE deve detalhar o documento ainda nesta quinta-feira. Os dados apresentam as expectativas de vida às idades exatas até os 80 anos, trazendo informações por sexo. A Tábua de Mortalidade é usada como um dos parâmetros para determinar o fator previdenciário, no cálculo das aposentadorias do Regime Geral de Previdência Social.

PFIZER ENCAMINHA REGISTRO DE SUA VACINA À ANVISA

A Pfizer Brasil informou que nesta quarta-feira (25) deu início ao processo de “submissão contínua” junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para registro da vacina contra o coronavírus que está sendo desenvolvida pelo laboratório e pela BioNTech. A etapa inicial desse processo começou nesta quarta, após reunião entre a Pfizer e a Anvisa. — Esse é um importante passo para que o imunizante esteja disponível no Brasil. A Pfizer disponibilizará todos os dados necessários para avaliação e estará em total colaboração com a Anvisa para que esse processo transcorra da melhor maneira e o mais rapidamente possível — disse a diretora médica da Pfizer Brasil, Márjori Dulcine. A vacina experimental contra a covid-19 desenvolvida pela farmacêutica americana em parceria com a alemã BioNTech registrou 95% de eficácia nos resultados finais dos estudos e se mostrou segura, conforma relatórios. A taxa de eficácia do potencial imunizante para o coronavírus havia sido de 90% nos resultados preliminares dos testes da fase 3. Além da Pfizer, estão em fase de análise na Anvisa as vacinas produzidas pela AstraZeneca/Oxford e Sinovac/Butantan.

RGS ATINGIU O MAIOR NÚMERO DE INTERNAÇÕES

O Rio Grande do Sul atingiu o maior número de internações de pacientes com a Covid-19 em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) chegando a 749 terça-feira e, na tarde desta quarta-feira, eram 748. O maior número até então havia sido registrado em 19 de agosto quando teria ocorrido o que o próprio governador Eduardo Leite chamou de “pico das internações”, durante transmissão virtual realizada na terça-feira. Aparentemente as internações relacionadas ao novo coronavírus estão atingindo marcas ainda mais elevadas do que aquelas registradas entre julho e agosto. Outro número que chama atenção é o novo recorde de pacientes com diagnóstico positivo da Covid-19 em leitos clínicos: eram 1.122 na tarde de hoje e 1.101 na terça-feira. Antes disso os maiores números haviam sido verificados em 20 de novembro (1.038) e em 28 de julho (1.027).

RISCO DE TEMPORAIS

Defesa Civil alerta para risco de temporais na região - Portal Zoom Oeste

A previsão do tempo para o Rio Grande do Sul nesta quinta-feira (26) é de instabilidade. O sol a aparecer com nuvens em algumas regiões, mas chove em pontos do Oeste, do Centro e do Sul do Estado desde o começo do dia. Da tarde para a noite, a instabilidade alcança um maior número de áreas do Rio Grande do Sul. As informações são da Metsul Meteorologia. Há um alerta para o alto risco de chuva localmente forte a torrencial com risco de temporais isolados com vento forte e granizo, mas a distribuição da chuva será irregular. O calorão de ontem não se repete, mas a quinta-feira será muito abafada. Em Porto Alegre, o sol até aparece, mas ocorre um aumento da nebulosidade e períodos de nublado. O dia não esquenta tanto quanto ontem. Áreas de instabilidade avançam a partir do Oeste, trazendo chuva na segunda metade do dia. Não se descarta a possibilidade de chuva forte com raios e trovões. Quarta-feira, 24, foi o dia de novembro mais quente em 30 anos.

O prêmio de R$ 3.036.906,71 da Mega-Sena saiu nesta quarta-feira (25) para uma aposta única realizada no município de Maceió, capital de Alagoas. Os números cravados pela aposta vencedora do concurso 2.321 foram: 14 — 25 — 28 — 41 — 43 — 46. Para o próxímo sorteio da loteria, marcado para acontecer no sábado (28), a Caixa promete pagar R$ 3 milhões a quem acertar as seis dezenas sorteadas. Além do prêmio principal, 40 bilhetes acertaram a quina e têm o direito de receber R$ 41.215,16 cada. Outras 2.494 apostas cravaram a quadra e faturaram R$ 944,32 cada.

Comentários