Está com dengue? Saiba como identificar e tratar a doença - Saúde -  Entretenimento - Candidés - Rádio FM 100,5 - Divinópolis

Em videoconferência, a Secretaria Estadual da Saúde (SES) reuniu as Secretarias Municipais de Saúde (SMS) do Rio Grande do Sul, objetivando lançar alerta para a proliferação do mosquito Aedes aegypti. A veterinária Janaína Leivas, do Serviço de Vigilância em Saúde de São Borja, salienta que usualmente a partir de março iniciam os casos em pessoas. O município de São Borja contabiliza até agora, 651 focos detectados do mosquito. Janaína chama a atenção que em cidades próximas, como São Luiz Gonzaga, Santo Ângelo e Cerro Largo, houve o registro de casos de pessoas infectadas e desenvolvendo a doença. O quadro mobiliza as autoridades sanitárias regionais a tomarem providências antes do verão. Também existe preocupação com regiões de fronteira com território argentino. “A partir de novembro, dezembro, contudo, as temperaturas aumentam e, associadas a precipitações pluviométricas, há o risco de agravamento do problema”, assinala Janaína. A recomendação é para que as pessoas nas residências, estabelecimentos empresariais e terrenos baldios eliminem todos os depósitos de água parada ou que possam virar locais favoráveis aos criadouros de mosquito.

RUSSIA ANUNCIA QUE SPUTNIK TEM EFICÁCIA DE 92%

A primeira vacina russa para prevenção e o combate contra a Covid-19, batizada de Sputnik V, comprovou eficácia de 92%, de acordo com os primeiros resultados, divulgados nesta quarta-feira (11), pelo Centro Gamaleya e pelo Fundo de Investimentos Diretos da Rússia (RDIF, na sigla em inglês). “As primeiras análises de dados iniciais da vacina Sputnik V contra a Covid-19, durante a terceira fase dos ensaios, demonstraram uma eficácia de 92 %”, informaram o desenvolvedor do imunizante e o fundo soberano da Rússia. O anúncio da Rússia ocorre num momento em que a corrida pela vacina contra a Covid-19 ganhou avanços nesta semana, especialmente com aviso de eficácia da farmacêutica americana Pfizer. Os estudos iniciais, divulgados hoje, são apenas o segundo a ser publicado em meio ao esforço global para achar uma vacina e frear a doença, que já matou mais de 1,2 milhão de pessoas no mundo e devastou a economia planetária. A Rússia registrou a vacina contra a Covid-19 em agosto, o primeiro país a fazer isso, em busca da aprovação para começar a produzir o imunizante em larga escala. Os resultados são baseados em dados coletados de 16 mil voluntários, que receberam duas doses da vacina. A análise, porém, que embasou os resultados divulgados hoje foi feita com 20 participantes que tiveram Covid-19, considerando quem recebeu a vacina ou placebo. USA – Uma vacina desenvolvida pela farmacêutica americana Pfizer e a empresa de biotecnologia alemã BioNTech demonstrou mais de 90% de eficácia em evitar infecções de covid-19, anunciaram as duas companhias nesta segunda-feira (09/11). Os laboratórios se tornaram os primeiros a obter sucesso em testes clínicos em larga escala.

SEIS MIL MORTES NO RS

O Rio Grande do Sul bateu nesta terça-feira (10) a marca de 6 mil óbitos relacionados ao novo coronavírus. São 6.001 vítimas ao todo no Estado desde o início da pandemia, em março deste ano. O dado atualizado pela Secretaria Estadual de Saúde inclui somente quatro novos óbitos, ocorridos desde o dia 5 de novembro. A SES informou que o número abaixo da média dos dias anteriores nas atualizações desta terça e do fim de semana se devem a problemas técnicos. Ontem, foram confirmados cinco óbitos. Desde sexta-feira (6), os sistemas informatizados do Ministério da Saúde impossibilitam o acesso por completo às notificações feitas pelos municípios. A pasta esclarece que, assim que o serviço for reestabelecido, “todos dados pendentes serão recuperados e publicados”. O balanço diário da SES contabilizou, ainda, mais 3.065 casos positivos da Covid-19 no Rio Grande do Sul nas últimas 24 horas. A atualização eleva para 264.576 o número de infecções totais pelo vírus no Estado. Desses, 248.063 estão recuperados, o que representa 94% dos casos. A taxa de ocupação dos leitos de UTI voltou a subir e agora está em 71,4%. Em Porto Alegre, a ocupação era de 88,19% nesta terça-feira, com 264 pacientes internados, somando os casos suspeitos e confirmados da Covid-19. Ao menos quatro hospitais da Capital estão com 100% de seus leitos intensivos ocupados. Porto Alegre registrava 1.352 óbitos até o fim da tarde desta terça, segundo a Secretaria Municipal de Saúde.  

BRASIL TEM QUASE 6 MILHÕES DE INFECTADOS E MAIS DE 160 MIL MORTES

Ainda com problemas técnicos na base de dados de diversos estados, o Ministério da Saúde atualizou os números da Covid-19 no Brasil nesta terça-feira. De acordo com a pasta, o país totaliza 5.700.044 infectados e 162.828 mortes pelo coronavírus desde o começo da pandemia. Segundo a atualização, nas últimas 24 horas foram reportados 25.012 casos e 201 óbitos pela doença. Entre as informações desatualizadas em função da rede do Ministério ainda estar sendo reestabelecida, estão os casos ativos, 364.575 e os pacientes recuperados, 5.064.344. Estado mais atingido pela Covid-19, São Paulo não divulga novas informações desde o dia 5 de novembro. 

ENTRAM EM VIGOR HOJE MAIS REGRAS

Eleitores não podem ser presos a partir desta terça-feira. A regra vale até 48 horas depois do término da votação do próximo domingo, primeiro turno das eleições municipais de 2020. A medida consta no Código Eleitoral (Lei nº 4.737/1965). Existem, no entanto, três exceções. A primeira ocorre no caso de flagrante, quando alguém é surpreendido cometendo uma infração ou acabou de praticá-la. De acordo com o Código de Processo Penal, se um eleitor é detido durante perseguição policial ou se é encontrado com armas ou objetos que sugiram participação em um crime recente, também há flagrante delito. Na segunda hipótese, é admitida a prisão daqueles contra quem haja sentença criminal condenatória por crime inafiançável (prática de racismo, tortura, tráfico de drogas, crimes hediondos, terrorismo ou ação de grupos armados que infringiram a Constituição). A última exceção é para a autoridade que desobedecer a salvo-conduto (documento que autoriza alguém a viajar e transitar livremente), o que pode impossibilitar um cidadão de votar. Assim, o juiz eleitoral ou o presidente de mesa pode expedir uma ordem específica a fim de proteger o eleitor vítima de violência ou que tenha sido ameaçado em seu direito de votar. A lei garante liberdade ao cidadão nos três dias que antecedem e nos dois dias que se seguem ao pleito. Quem desrespeitar o salvo-conduto poderá ser detido por até cinco dias. O eleitor preso no correr dos próximos dias tem de ser levado à presença de um juiz. Se o magistrado entender que o ato é ilegal, ele pode relaxar a prisão e punir o responsável. A proteção contra detenções durante o período eleitoral também vale para membros de mesas receptoras de votos e de justificativas, bem como para fiscais de partidos políticos.  Já os candidatos estão protegidos legalmente contra prisão desde o dia 1º de novembro, a menos que sejam pegos em flagrante ato criminoso.

BRIGADA MILITAR DE FARROUPILHA PRENDE PORTADOR DE NOTAS FALSAS

Homem é preso com dinheiro falso no bairro Independente em Passo Fundo -  Rádio Uirapuru

A Brigada Militar de Farroupilha prendeu um homem, de 21 anos, que tinha em sua posse 35 notas de R$ 100,00 falsas. O caso ocorreu no começo da madrugada desta quarta-feira (11). Conforme a corporação, por volta de 00h45min, os policiais avistaram um Fiat Uno andando em alta velocidade pelo centro e indo em direção ao bairro São José. Na Rua Tercilio de Melo os brigadianos conseguiram realizar a abordagem ao homem, que relatou ter vindo de Garibaldi para Farroupilha e que iria se encontrar com outro indivíduo que mora no local. Em revista ao veículo, dentro da saída de ar do carro, foram encontradas as notas que o homem admitiu serem falsas e contou que havia pego elas na cidade de Canoas. Ele recebeu voz de prisão e foi encaminhado ao Hospital São Carlos e posteriormente para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento para o registro da ocorrência.

Comentários