DOIS AMERICANOS GANHAM O NOBEL DA ECONOMIA

Abhijit Banerjee e Michael Kremer

O troféu foi atribuído por trabalhos inovadores foram utilizados para alocação de frequências de telecomunicações. O “Prêmio do Banco da Suécia em Ciências Econômicas em Memória de Alfred Nobel” é concedido a eles por “melhorar a teoria dos leilões e inventar novos formatos de leilões” em “benefício de vendedores, compradores e contribuintes em todo o mundo”, disse o júri da Academia de Ciências da Suécia. A dupla, que era uma das favoritas ao Prêmio este ano, é mais conhecida por estar por trás do conceito de venda de licenças de frequência de telecomunicações nos Estados Unidos. Os dois economistas, ambos professores de Stanford, também trabalharam nos mecanismos de alocação de slots de pouso em aeroportos. “Os leilões estão por toda a parte e afetam o nosso dia a dia”, ressaltou o júri. Em 2019, o Prêmio foi atribuído a um trio de pesquisadores especializados no combate à pobreza, os americanos Abhijit Banerjee e Michael Kremer e a franco-americana Esther Duflo, segunda mulher distinguida na disciplina e a mais jovem laureada da história deste prêmio. O Prêmio de Economia encerra uma temporada do Nobel marcada na sexta-feira pelo Prêmio da Paz ao Programa Mundial de Alimentos, órgão da ONU para o combate à fome. Quinta-feira, a poeta americana Louise Glück venceu Literatura. Além da americana Andrea Ghez, co-vencedora de Física na terça-feira, duas mulheres entraram para a História do Nobel pela descoberta da “tesoura genética”: a francesa Emmanuelle Charpentier e a americana Jennifer Doudna se tornaram a primeira dupla 100% feminina a ganhar um Nobel científico, em Química. Os vencedores, que repartem quase um milhão de euros por cada disciplina, vão receber o prêmio este ano no seu país de residência, devido à pandemia de coronavírus.

TSE E AS REDES SOCIAIS

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tem inovado nas formas de se comunicar com o eleitor brasileiro e as parcerias com as redes sociais devem ajudar ainda no combate a crimes eleitorais.  Até um perfil no TikTok foi criado, o @TSEjus, e o primeiro vídeo traz o presidente Luís Roberto Barroso em uma versão mais descolada, sem terno e de camisa com as mangas dobradas, chamando os jovens para votar:   — Estou aqui para mandar uma mensagem para os jovens. Aliás, eu gostaria de dizer que eu sou jovem também, só que há muito mais tempo. Eu tenho uma notícia boa para dar: a vida só fica melhor. Pensem em uma coisa, o futuro é aquilo que a gente faz, não deixe ninguém decidir o seu futuro por você. O país, o Brasil, terá a cara de quem comparecer para votar. E o seu voto tem poder, ajude a fazer um país melhor e maior. 

MEDIDAS SANITÁRIAS PARA AS ELEIÇOES 2020

A Secretaria Estadual da Saúde (SES) divulgou nesta quinta-feira (8) uma nota informativa com orientações de controle e prevenção da covid-19 na corrida eleitoral que vai ao encontro da cartilha do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O documento, entretanto, não tem força de lei ou decreto: é orientativo. As medidas prioritárias são: Evitar a aglomeração de pessoas. Evitar o aumento do fluxo de pessoas, em especial, em ambientes fechados. Evitar contato físico. Preconizar o distanciamento mínimo entre as pessoas, que é de pelo menos um metro entre pessoas usando adequadamente a máscara ou de dois em outras situações (onde alguém está bebendo ou comendo algum alimento, por exemplo). Usar máscara e exigir o uso da proteção por todos os parceiros ou colaboradores. Quem vai decidir sobre questões eleitorais é a Justiça Eleitoral, com base nesta nota técnica. Espera-se para os próximos dias uma resolução do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). 

GOVERNO DO ESTADO DO RS/DIVULGA MAPA

Mapa preliminar apontou três regiões com risco epidemiológico baixo

O governo do Estado recebeu apenas um pedido de reconsideração ao mapa preliminar da 23ª rodada do Distanciamento Controlado até este domingo (11). O prazo se encerrou às 6h. O mapa preliminar apontou três regiões – Bagé, Palmeira das Missões e Pelotas – em bandeira amarela, ou seja, risco epidemiológico baixo. As outras 17 regiões estão na bandeira laranja, com risco epidemiológico considerado médio. O único pedido de reconsideração é de um município em bandeira laranja que busca passar para a amarela. Das 21 regiões Covid, apenas Uruguaiana, Bagé e Guaíba ainda não aderiram ao sistema de cogestão do Distanciamento Controlado. As outras 18 já adotam medidas alternativas às bandeiras definidas pelo Estado. As regiões em laranja podem adotar protocolos de bandeira amarela (risco baixo), basta que enviem planos próprios adaptados à Secretaria de Articulação e Apoio aos Municípios (Saam). Os planos regionais aprovados estão disponíveis em https://planejamento.rs.gov.br/cogestao-regional. O mapa definitivo será divulgado nesta segunda-feira (12), por meio de notícia publicada no site do governo do Estado, após deliberação do Gabinete de Crise. A vigência das bandeiras da 23ª rodada começa à 0h de terça-feira (13) e se encerra às 23h59 de segunda-feira (19).

NOVOS SURTOS NA CHINA E EUROPA

A China anunciou, nesta segunda-feira (12), testes massivos de coronavírus em uma cidade portuária de nove milhões de habitantes, após detectar um pequeno surto, enquanto a Europa se prepara para aplicar novas medidas de confinamento. Ao contrário de muitas partes do mundo, onde ainda há confinamentos e um elevado número de casos, o vírus está amplamente sob controle na China, onde apareceu pela primeira vez em dezembro do ano passado. Na cidade portuária de Qingdao, no nordeste da China, com 9,4 milhões de habitantes, seis casos de covid-19 foram confirmados no domingo (11), levando as autoridades a anunciar os primeiros testes em massa em meses. Os testes serão conduzidos em cinco distritos “dentro de três dias” e em toda a cidade “dentro de cinco dias”, disse em comunicado a comissão municipal de saúde de Qingdao, embora não tenha fornecido um número preciso de quantas pessoas serão testadas. A China tem grande capacidade para fazer testes rápidos e, ao meio-dia desta segunda-feira, a comissão de saúde disse que mais de 277 mil pessoas já haviam sido examinadas em Qingdao, com nove resultados positivos. Em junho, grandes áreas da capital Pequim foram submetidas a testes massivos depois que a cidade de mais de 20 milhões de pessoas detectou casos ligados a um mercado de alimentos. Na semana passada, centenas de milhões de chineses viajaram pelo país por ocasião do feriado “Golden Week”. A economia do país voltou a crescer graças aos testes rápidos e aos confinamentos que conseguiram conter a segunda onda do vírus.

Comentários