MAIS 4 MILHÕES RECEBEM AUXÍLIO EMEREGENCIAL

A Caixa deposita nesta quarta-feira (23) auxílio emergencial de R$ 600 para 4 milhões nascidos em agosto. Esse grupo faz parte do ciclo 2 com beneficiários que recebem da 1ª à 5ª parcela, dependendo da data que entraram no programa. Outro 1,6 milhão do Bolsa Família, com NIS final 5, vai receber a primeira parcela extra do auxílio de R$ 300. O pagamento desse grupo, o primeiro a ganhar as parcelas residuais, segue o calendário regular do programa e vai até o dia 30, para os que têm o NIS final 0. Para os demais grupos, o pagamento das novas parcelas extras de R$ 300 ainda não foi definido pelo Ministério da Cidadania, mas deverá ser incluído no calendário organizado por ciclos de crédito em conta digital e saques em espécie até o final do ano. Os beneficiários recebem a parcela a que têm direito no período de acordo com o mês de nascimento. O valor é primeiro debitado na conta poupança digital e movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem. Com ele é possível pagar boletos e fazer compras na internet e nas maquininhas em mais de 1 milhão de estabelecimentos comerciais. O resgate em dinheiro e a transferência só são liberados de acordo com o calendário de saque.

CAMARA APROVA ALTERAÇÕES NO CTB

A Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira, a maior parte das emendas do Senado ao Projeto de Lei 3267/19, do Poder Executivo, que altera o Código de Trânsito Brasileiro. Serão analisados agora os destaques que podem mudar o texto. Ao ser finalizada a análise na Câmara, o texto segue para sanção presidencial. Mantida a integralidade do texto aprovado pelo Congresso, todas as mudanças feitas pelo projeto valerão depois de 180 dias da publicação da futura lei. Entre as principais medidas, a proposta aumenta a validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para dez anos e vincula a suspensão do direito de dirigir por pontos à gravidade da infração. De acordo com o texto, a CNH terá validade de dez anos para condutores com até 50 anos de idade. O prazo atual, de cinco anos, continua para aqueles com idade igual ou superior a 50 anos. Já a renovação a cada três anos, atualmente exigida para aqueles com 65 anos ou mais, passa a valer apenas para os motoristas com 70 anos de idade ou mais. Profissionais que exercem atividade remunerada em veículo (motoristas de ônibus ou caminhão, taxistas ou condutores por aplicativo, por exemplo) seguem a regra geral.

MINISTRA TEREZA CRISTINA ESTARÁ NA EXPOINTER 2020

A Expointer Digital 2020 receberá a ministra da Agricultura, Tereza Cristina, no dia 2 de outubro. Na ocasião, ela receberá da Federação Brasileira das Associações de Criadores de Animais de Raça (Febrac), a Medalha Paulo Brossard, instituída em 2019. Também serão agraciados o ex-secretário da Agricultura, Odacir Klein; o presidente da Farsul, Gedeão Pereira; o subsecretário do parque, José Arthur Martins; e os pecuaristas Eduardo Macedo Linhares e Antônio Martins Bastos Filho. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Rio Grande do Sul (Sedetur) prorrogou as inscrições de empresas interessadas em participar de seu estande virtual na Expointer até este dia 24. Serão 300 vagas subsidiadas para hotéis, restaurantes, agências e demais empresas relacionadas ao setor. Para participar, a empresa deve preencher ficha no site da Sedetur e enviar para o email feiras@sedetur.rs.gov.br.

HOJE TEM RESTITUIÇÃO DE IMPOSTO DE RENDA

A Receita Federal abriu nesta quarta-feira a consulta ao 5º lote de restituições do Imposto de Renda 2020. O crédito bancário para 3.199.567 contribuintes será realizado no dia 30 de setembro, totalizando o valor de R$ 4,3 bilhões. Desse total, R$ 226.353.008,42 referem-se aos contribuintes que têm prioridade legal, sendo 7.761 idosos acima de 80 anos, 44.982 entre 60 e 79 anos, 4.685 com alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave e 21.303 pessoas cuja maior fonte de renda seja o magistério. Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita Federal na Internet.

PAÍSES SE UNEM EM FAVOR DOS POBRES, MENOS A CHINA E EUA

Mais de 60 países ricos, exceto China e Estados Unidos, aderiram ao dispositivo da OMS para facilitar o acesso dos países pobres à vacina contra o coronavírus, de acordo com a lista publicada nesta segunda-feira. Com muitos países sem recursos para desenvolver suas próprias vacinas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou há algumas semanas o lançamento de um dispositivo para acesso global à vacina contra Covid-19, conhecido como Covax (Covid-19 Vaccine Global Acces). Posteriormente, a OMS solicitou aos países que podem se autofinanciar que assumam compromissos firmes aderindo a esse mecanismo antes de 18 de setembro e façam os pagamentos iniciais até 9 de outubro. Mais de 90 países ou entidades de baixa e média renda aderirão ao esquema, bem como 64 países de alta renda, informou a OMS em um comunicado.  Estes incluem os compromissos da Comissão Europeia, em nome dos 27 países membros da UE, mais a Noruega e a Islândia. Os Estados Unidos, que confirmaram oficialmente sua retirada da OMS no início de julho, não estão na lista, nem a China, onde os primeiros casos de coronavírus foram detectados no final de dezembro de 2019. “Nossa meta é ter 2 bilhões de doses de vacina disponíveis até o final de 2021. Somos encorajados a ver um grande número de países se comprometendo com o mecanismo Covax”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, à mídia. A OMS e seus parceiros começarão agora a assinar acordos formais com os fabricantes de vacinas para obter as doses necessárias “para encerrar a fase aguda da pandemia até o final de 2021”, disse a OMS.

Comentários