RS PASSA DE 2600 MORTOS

Mais 47 óbitos relacionados ao novo coronavírus foram confirmados nesta sexta-feira (14) pela Secretaria Estadual de Saúde. Com a atualização do balanço diário da pasta, o total de vítimas por Covid-19 subiu para 2.631 no Rio Grande do Sul. Os novos óbitos são de residentes de 24 municípios gaúchos, sendo a maior parte de Porto Alegre. As vítimas tinham entre 9 e 89 anos. Na Capital, a Secretaria Municipal de Saúde confirmava cinco novos óbitos de pacientes até o fim da tarde desta sexta-feira. Já são 512 vítimas fatais pelo vírus na cidade, o maior número entre as cidades do Estado.

Na quinta (13), a Capital ultrapassou a marca de 500 mortes. Também foram confirmados 2.678 novos casos da doença nas últimas 24 horas. O número de infectados pelo vírus no Estado soma 95.142.Já o número de pacientes recuperados do coronavírus está em 83.868. O montante representa 88% dos casos. A doença está presente em 477 dos 497 municípios gaúchos. Uma aposta de Porto Alegre acertou os cinco números do concurso 5.340 da Quina, sorteado nesta sexta-feira (14). O vencedor dividirá o prêmio máximo com outro bilhete, de Guarulhos (SP), levando R$ 2.911.936,47 cada. Confira as dezenas: 16 – 43 – 65 – 66 – 71.

Acumulada há quatro concursos, a Mega-Sena volta a ser sorteada neste sábado, no último sorteio especial da semana do Dia dos Pais, e promete pagar R$ 27 milhões ao apostador que cravar sozinho as seis dezenas reveladas pela loteria. O sorteio está marcado para acontecer às 20h. Caso fature o prêmio do concurso 2.290 sozinho, o apostador poderá aplicar o valor integralmente na poupança e obter um rendimento mensal de, aproximadamente, R$ 35 mil. Para concorrer à bolada, basta ir a uma casa lotérica e marcar de 6 a 15 números do volante, podendo deixar que o sistema escolha os números para você (Surpresinha) e/ou concorrer com a mesma aposta por 2, 4 ou 8 concursos consecutivos (Teimosinha). Cada jogo de seis números custará R$ 4,50. Quanto mais números marcar, maior o preço da aposta e maiores as chances de faturar o prêmio mais cobiçado do país. Outra opção é o Bolão Caixa, que permite ao apostador fazer apostas em grupo.

DISTANCOAMENTO CONTROLADO AUMENTA A BANDEIRA VERMELHA

Três das 21 regiões do Estado apresentaram, até a tarde desta sexta-feira (14), protocolos para se adequarem à cogestão regional do distanciamento controlado: Taquara, Novo Hamburgo e Canoas. Com a iniciativa, permitida por meio de decreto estadual publicado na terça-feira (11), os prefeitos podem definir medidas específicas ao modelo, adaptando os protocolos e atividades econômicas às sua peculiaridades, desde que mantendo o equilíbrio entre as flexibilizações e a proteção à saúde da população. Como os formulários apresentados por cada região têm 48 horas para análise do governo e a publicação efetiva dos decretos municipais mais 24 horas de prazo, a ideia é de que as novas regras estabelecidas pelas regiões passem a valer entre domingo (16) e segunda-feira (17). As três regiões, que ao longo da semana constavam na classificação vermelha do distanciamento controlado, buscam através da cogestão adotar critérios da bandeira inferior, laranja, visando principalmente ampliar horário de funcionamento de comércios, serviços e restaurantes, bem como aumentar o teto de colaboradores e de clientes. Os municípios, no entanto, podem apresentar decretos mais brandos, de acordo com a realidade de suas comunidades.

TEMOR DA SEGUNDA ONDA

O temor cresce na Europa com a chegada de uma segunda onda de coronavírus e vários países, como França e Reino Unido, intensificaram neste sábado a imposição de novas restrições com o objetivo de frear a propagação da pandemia, que já superou 21 milhões de contágios no mundo. O conjunto de medidas marca uma desaceleração abrupta no processo de flexibilização do confinamento iniciado em meados de maio em grande parte do Velho Continente, após a primeira onda letal de coronavírus que atingiu sobretudo Espanha, Itália, França e Reino Unido. A prefeitura de Paris ampliou neste sábado o número de zonas da cidade com uso obrigatório de máscara, poucos dias depois de adotar pela primeira vez esta restrição que já estava em vigor em várias cidades europeias.

Comentários