COVID 19 continua fazendo novas vítimas

O Rio Grande do Sul está perto de bater mais uma triste marca da Covid-19. Com 59 novos óbitos confirmados pela Secretaria da Saúde do Estado (SES), o número de vítimas fatais pelo novo coronavírus se aproxima de 1,5 mil. Já são 1.461 no total. O boletim diário do governo gaúcho também incluiu 1.829 novos casos da doença no Estado, que está presente em 455 municípios. O total de infectados soma 54.841. Os pacientes que já se recuperaram são 46.040, ou 84% dos casos. No dia de ontem, o governador Eduardo Leite anunciou que a testagem por exames RT-PCR será ampliada no Rio Grande do Sul, com a meta de atingir mais de 7 mil testes diários. Serão duas etapas de implementação do programa.  Em Porto Alegre, cidade com o maior número de mortes pelo vírus no Estado, foram confirmados nove novos óbitos de pacientes até o fim da tarde desta quinta-feira. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, são 257 mortes por Covid-19 na Capital até agora.  

( no círculo da foto, prefeito Jose Carlos Breda, presidente da AMESNE na reunião on line com o Govermador Eduardo Leite)

Prefeitos com mais poderes na fixação das bandeiras

Após ter proposto a prefeitos, na uma reunião on line a possibilidade de terem mais autonomia para definir as restrições às atividades econômicas no distanciamento controlado, o que foi recebido por alguns como transferência de responsabilidades, o governador Eduardo Leite enfatizou a eficiência do sistema adotado até agora e disse que qualquer decisão a ser tomada pelos gestores tende a fortalecer o modelo implementado no Rio Grande do Sul.  “Seja com o Estado apresentando os protocolos ou não, o modelo se fortalece, pois as associações a partir de agora estão se reunindo para que as prefeituras se manifestem”, avaliou nesta quinta-feira (23). Leite disse que, diante das contestações às classificações semanais das bandeiras recurso que passou a ser permitido aos municípios, “não adianta apenas o governador sozinho determinar se uma atividade vai abrir ou fechar”, e ressaltou que o governo está sempre aberto a ouvir sugestões para construir a melhor forma de avançar nesse processo com as prefeituras.

A Receita Federal abriu nesta sexta-feira (24) a consulta ao terceiro lote de restituição do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) 2020. O crédito bancário para 3.985.007 contribuintes será realizado na próxima sexta-feira, dia 31, totalizando R$ 5,7 bilhões. Desse total, R$ 2.056.423.308,19 são para contribuintes que têm prioridade legal de recebimento: 88.420 contribuintes idosos acima de 80 anos, 646.111 contribuintes entre 60 e 79 anos, 47.170 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 346.793 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério. Foram contemplados ainda 2.856.513 contribuintes não prioritários que entregaram a declaração até o dia 28 de março. Para saber se teve a declaração liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita Federal na internet.

Auxilio Emergencial tem mais R$600,00

Mais 5,4 milhões de beneficiários recebem novas parcelas do auxílio emergencial de R$ 600 nesta sexta-feira (24). A Caixa vai creditar na conta poupança digital a primeira, segunda, terceira e quarta parcelas para 3,5 milhões nascidos em fevereiro, que fazem parte do ciclo 1 do novo calendário. Outro 1,9 milhão do Bolsa Família, com o NIS final 5, receberá a quarta parcela do auxílio. Neste sábado, também começa o calendário de saque em dinheiro para 3,8 milhões nascidos em janeiro. As agências da Caixa vão abrir em todo o país, das 8h às 12h. A data coincide também com o saque do FGTS emergencial que começa para os nascidos em janeiro. Com as novas duas parcelas, o calendário para o grupo que se cadastrou pelo aplicativo e site da Caixa ou CadÚnico passou a ser organizado em ciclos de crédito e saque, de acordo com o mês em que o trabalhador recebeu a primeira parcela do benefício ou o período de inscrição no programa. O pagamento dos que recebem hoje será por meio de débito em conta poupança digital. O beneficiário pode movimentar para pagamento de boletos, conta de água, luz e telefone, além de fazer compras, por meio do aplicativo Caixa Tem. O resgate em dinheiro e transferência só são liberados no calendário de saque.  O auxílio, criado para combater os impactos da pandemia de covid-19 na população de baixa renda e trabalhadores informais, já foi pago para 65,3 milhões de pessoas, num total de R$ 129,5 bilhões. O valor é de R$ 600, mas para mães chefes de família chega a R$ 1.200.

A revolução do 5G

As maiores operadoras do país de telefonia celular iniciaram neste mês de julho o funcionamento, em caráter experimental, da tecnologia de quinta geração (5G) para os aparelhos móveis. Neste primeiro momento, o 5G compartilhará as faixas de transmissão já existentes do 3G e do 4G, com o uso da tecnologia chamada DSS (compartilhamento dinâmico de espectro, na sigla em inglês). Isso ocorre porque o leilão do espaço do espectro, destinado exclusivamente ao 5G (a faixa de 3,5GHz), só deverá ocorrer no início de 2021. Com a tecnologia DSS é possível compartilhar, com o 5G, a faixa do 3G e 4G não utilizada. No entanto, como esse espectro não possui uma banda contínua e dedicada, a experiência do 5G ainda não poderá ser utilizada em sua totalidade. O 5G, em sua máxima potência, deverá oferecer altíssimas velocidades de internet, maior confiabilidade e disponibilidade, além da capacidade para conectar massivamente um número significativo de aparelhos ao mesmo tempo. Para poder utilizar o serviço, porém, o usuário terá de ter em mãos um aparelho celular que seja compatível com a tecnologia 5G. Hoje, no mercado brasileiro, há apenas um modelo disponível com a tecnologia, o Motorola Edge, com valor acima de R$ 4,9 mil na loja oficial da fabricante.

Lojistas e Prefeito fazem reunião na ACIV

]Na tarde desta quinta-feira, 23 de julho, aconteceu na sede da ACIV uma reunião com lojistas do município. Presidiram o encontro, o Prefeito Waldemar de Carli, Presidente da ACIV, Renato Breitenbach, e Vice-Presidente, Rubia Censi Freitas, Secretário de Finanças e Desenvolvimento Econômico, Ricardo Ledur Gottardo, e a Secretária de Turismo e Cultura, Diana Alessio Tomiello. Em seu pronunciamento, o Prefeito Waldemar de Carli reiterou a preocupação do município com os setores que estão sendo mais prejudicados pela pandemia da covid-19, principalmente lojistas e restaurantes. Manifestou posição favorável à regionalização das decisões a respeito do modelo de Distanciamento Controlado, porém reiterou que, no momento, é preciso aguardar a revisão do governo do Estado. Na oportunidade, foram ouvidas todas as propostas dos comerciantes, além de serem esclarecidos alguns aspectos do funcionamento ou não dos estabelecimentos.

Comentários