Em ato contra STF, Bolsonaro diz que ‘chegou no limite’

O presidente Jair Bolsonaro disse neste domingo, 3, que as “Forças Armadas” estão ao lado do seu governo e que pede a Deus que “não tenhamos problemas nesta semana” porque ele “chegou no limite” e “daqui para frente não tem mais conversa” e a Constituição “será cumprida a qualquer preço”. O presidente Jair Bolsonaro disse que irá nomear um novo diretor para a Polícia Federal nesta segunda-feira (4/5). O cargo tem gerado grande polêmica nas últimas semanas, desde a exoneração do então diretor-geral Maurício Valeixo, no último dia 24, que causou o pedido de demissão do ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro.

Rolando Alexandre de Souza

O presidente Jair Bolsonaro nomeou o novo diretor-geral da Polícia Federal. Trata-se de Rolando Alexandre de Souza, que era até hoje secretário de Planejamento e Gestão da Agência Brasileira de Inteligência (Abin). A nomeação saiu agora em edição extra do Diário Oficial da União na manhã desta segunda-feira, 4.

Brasil ultrapassa 7 mil mortes por coronavírus

De acordo com o Ministério da Saúde, o Brasil registrou 4.588 infecções pelo novo coronavírus de sábado para domingo. Com isso, o País ultrapassou a faixa de 100 mil casos confirmados – são 101.147 no total. O número de óbitos passou de 6.750 para 7.025, com o acréscimo dos 275.

Itália e Espanha menos mortos

No último domingo, Itália e Espanha registraram o menor número diário de mortes em quase sete semanas. O novo coronavírus matou 174 pessoas na Itália, atingindo o menor balanço diário de mortos da epidemia desde o início do confinamento no país, em 9 de março. Já a Espanha registrou 164 óbitos.Itália e Espanha têm menor número diário de mortos por Covid-19 em quase dois meses. No último domingo, Itália e Espanha registraram o menor número diário de mortes em quase sete semanas. O novo coronavírus matou 174 pessoas na Itália, atingindo o menor balanço diário de mortos da epidemia desde o início do confinamento no país, em 9 de março. Já a Espanha registrou 164 óbitos.

ALDIR BLANC morre aos 73 anos

O escritor e compositor Aldir Blanc morreu nesta segunda-feira aos 73 anos na madrugada desta segunda, 4, no Hospital Universitário Pedro Ernesto, em Vila Isabel, Zona Norte do Rio. Ele estava com Covid-19 e seu quadro de saúde era considerado grave. O artista estava internado desde a semana passada em um hospital municipal na zona sul do Rio, com infecção urinária e pneumonia. Aldir Blanc deixa uma das obras poéticas mais robustas à música brasileira, sobretudo com suas composições a partir da parceria com João Bosco, nos anos 1960, para servirem ao repertório de Elis Regina entre elas a notável música o “Bêbado e o Equilibrista”.

Coronavirus: Torres tem a 1ª morte

A prefeitura de Torres, no Litoral Norte,  anunciou o primeiro óbito por coronavirus na cidade na noite deste domingo (3). Conforme nota divulgada no site da prefeitura, trata-se de uma mulher de 71 anos. Ela havia sido internada no Hospital Nossa Senhora dos Navegantes na sexta-feira (1º) e morreu neste domingo.  De acordo com o  secretário da Saúde do município, Cláudio Paranhos, a idosa tinha um histórico de  doenças crônicas. Este seria o 68º óbito no Estado pela covid-19, somando os 67 contabilizados pela Secretaria de Saúde até as 20h deste domingo. As mortes mais recentes confirmadas pela secretaria são de duas mulheres, com idades de 58 e 79 anos. Elas eram moradoras dos municípios de Cerro Grande do Sul e Cruzeiro do Sul, respectivamente. Os dados divulgados pelas secretarias estaduais e municipais variam porque o Estado só contabiliza os casos que foram confirmados pelo Laboratório Central do Estado (Lacen). Neste domingo, o RS anunciou 1.690 casos de coronavírus em 147 municípios. São 971 pessoas recuperadas, equivalente a 57,1% das confirmações

Saque PIS/PASEP

Os trabalhadores podem receber em 2020 nada menos que 5 tipos de pagamentos diferentes nos programas do governo federal. De acordo com uma lista do Notícias Concursos, são, ao todo, dois pagamentos no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e três no PIS. Um deles é o abono salarial do PIS/PASEP para quem trabalhou com carteira assinada em 2018. Os saques nessa modalidade poderão ser feitos até 29 de maio. O outro também corresponde ao abono PIS/PASEP, mas para quem trabalhou em 2019. Os saques poderão ser feitos a partir do segundo semestre. Há ainda, o rendimento anual do fundo do PIS. O valor será pago somente para quem trabalhou com carteira assinada entre 1971 e 1988 e ainda não sacou os recursos. Os outros dois são referente ao Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Um deles é o saque-emergencial que, por conta da pandemia, vai permitir a retirada de até R$ 1.045 por conta. Todos os trabalhadores poderão sacar. A outra modalidade liberada no FGTS foi o saque aniversário, anunciada desde o ano passado. As retiradas, que começaram em 1º de abril deste ano, podem garantir recursos anuais no mês de aniversário do trabalhador

Comentários