Juizado do Torcedor atendeu 10 ocorrências no Grenal

O Juizado do Torcedor e Grandes Eventos (JTGE) realizou 10 audiências no sábado (15/2) de Grenal, jogado à tarde no Beira-Rio e válido pela primeira fase do Campeonato Gaúcho. Entre as causas das ocorrências estão queixas de xingamentos, agressões, danos materiais, tumulto e desobediência a policiais.

Três casos tiveram resolução imediata, um foi arquivado e os demais exigirão novas audiências e a observação das imagens captadas pelas câmeras do estádio. O plantão do Judiciário para o clássico foi coordenado pelo Juiz de Direito Roberto Carvalho Fraga, e foi encerrado por volta das 21h30min.

Atuou pelo Ministério Público (MP) José Nilton Costa de Souza, e pela Defensoria Pública o defensor João Batista Moura.

Cautelar

Um torcedor está proibido cautelarmente de ir a jogos do Grêmio depois de ser apresentado como suspeito de arremessar uma cadeira da arquibancada superior para a inferior. Uma menina teria sido atingida. O Ministério Público demandou imagens do local.

Outro gremista foi flagrado sobre um ônibus e está suspenso por oito jogos. E quatro partidas de proibição, dessa vez de jogos do Internacional, é a punição para colorado que resistiu às ordens policiais. Todos deverão comparecer em delegacia quando os respectivos times jogarem.

Adiados

Entre os fatos sem resolução, um começou acidentalmente no Parque Marinha do Brasil. A caminho do estádio, em grupo escoltado, torcedor gremista teve o pé machucado pela pata de um cavalo conduzido por policial. Dois outros torcedores teriam se atrasado para acudi-lo, enquanto a Brigada Militar teria ordenado que avançassem. No relato dos policiais, o trio é acusado de tumulto e desobediência, pois teriam resistido às ordens e xingado, inclusive, outros torcedores.

Em episódio que envolveu quase uma dezena de pessoas, trio de coloradas reclamaram de terem sido xingadas por cinco outros torcedores enquanto, em pé, animavam o time. Uma das vítimas disse ter sofrido pisão no pé e foi encaminhada ao DML. O andamento dos dois registros pelo MP dependerá da análise das imagens.

Placar

Desde o início de 2020, são 12 ocorrências atendidas pelo JTGE de Porto Alegre, todas em jogos do Internacional.

Comentários