Presidente vê ‘abuso’ em tamanho das terras de índios

O presidente Jair Bolsonaro disse ontem que o tamanho das terras indígenas demarcadas no país é ‘abusivo’. ‘Foi deflagrada uma verdadeira indústria das demarcações de terras indígenas. […] Deixo bem claro que ninguém é contra dar a devida proteção e terra aos nossos irmãos índios, mas da forma como foi feito… e hoje em dia 14% do território nacional demarcado como terra indígena é um tanto quanto abusivo’, disse.

Sobe para 5 o número de mortos após chuvas em SP

Subiu para cinco o número de mortos durante os temporais que atingiram o interior de São Paulo desde a madrugada de segunda-feira (10). Os bombeiros localizaram ontem o corpo da quinta vítima. De acordo com a corporação, familiares reconheceram o corpo como de Lourival Ferre, de 65 anos, que estava com a mulher e a cunhada em um carro, arrastado pela correnteza de um rio que transbordou, na rodovia de acesso ao distrito de Vitoriana, em Botucatu.

Coronavirus avança!

Mais 39 passageiros que estão a bordo do navio de cruzeiro Diamond Princess, atracado num porto no Japão, foram diagnosticados com o novo coronavírus, informou nesta quarta-feira (noite de terça, 11, no Brasil), o ministro da Saúde japonês, Katsunobu Kato. Agora, o total de infectados é de 174, entre os cerca de 3.700 passageiros e tripulantes que estão na embarcação que chegou na segunda-feira da semana passada ao porto de Yokohama, ao sudoeste de Tóquio. “Dos 53 novos resultados de testes, 39 pessoas foram consideradas positivas”, disse o ministro à imprensa, acrescentando que um membro da equipe de quarentena também havia sido infectado pelo vírus. “Nesse momento, confirmamos que quatro pessoas, que estão entre as hospitalizadas, estão em estado grave”, acrescentou Kato. O Diamond Princess está em quarentena desde que chegou à costa japonesa, após o vírus ser detectado em um passageiro que desceu do navio no mês passado em Hong Kong. Quando o barco chegou ao Japão, as autoridades examinaram inicialmente cerca de 300 das 3.711 pessoas a bordo, levando em seguida para hospitais da região aquelas portadoras do vírus.

Pesquisadores pediam um nome oficial para evitar confusão quanto ao vírus. A Organização Mundial da Saúde (OMS) anunciou que o nome oficial da doença causada pelo novo coronavírus passará a ser Covid-19. “Agora temos um nome para a doença e é Covid-19”, disse o chefe da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, a repórteres em Genebra. A palavra coronavírus refere-se ao grupo de vírus ao qual pertence, e não à última cepa. O vírus em si foi designado como SARS-CoV-2 pelo Comitê Internacional de Taxonomia de Vírus.

Mega-Sena acumulada sorteia hoje R$ 105 milhões

Acontece nesta quarta-feira (12) o concurso 2.233 da Mega-Sena. A loteria está acumulada e deve pagar R$ 105 milhões para quem acertar as seis dezenas. O sorteio será às 20h, horário de Brasília, e as apostas podem ser feitas até uma hora antes.

Brasileiros na quarentena

Exames de sangue feitos nos 58 brasileiros que estão em quarentena em Anápolis (GO) descartaram em todos a presença do coronavírus. Os 34 brasileiros que viviam na China e os 24 tripulantes e profissionais de saúde e de comunicação que acompanharam a viagem de retorno dos repatriados tiveram amostras coletadas no domingo (9), dia em que chegaram ao Brasil e os exames foram concluídos nesta terça-feira (11). Em entrevista coletiva na tarde de ontem, o ministro explicou que foi feito o exame RT-PCR, específico para o coronavírus que provoca a epidemia na China e que identifica a presença do RNA viral. Em todos os 58, o resultado foi negativo. O secretário executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo dos Reis, disse que a pasta já emitiu uma recomendação ao Ministério da Defesa, que coordena a Operação Regresso, mas não quis antecipá-la à imprensa. O site da pasta, porém, logo após a coletiva, chegou a publicar que os 24 profissionais serão liberados da quarentena, mas continuarão sendo monitorados.

Comentários