Prêmio Nobel de Química 2019

Os pesquisadores John Goodenough, da Universidade do Texas, M. Stanley Whittingham, da Universidade de Binghamton, ambas nos Estados Unidos, e Akira Yoshino, da Universidade Meijo, no Japão, foram laureados nesta quarta-feira, 8, com o Prêmio Nobel de Química 2019 pelo desenvolvimento de baterias de lítio. O trio criou “mundo recarregável”, nas palavras do comitê do Prêmio Nobel. Esta bateria leve, recarregável e poderosa, é hoje usada em praticamente todos os tipos de dispositivos, desde telefones celulares a laptops e carros elétricos. Elas também são capazes de armazenar quantidades significativas de energia solar e eólica, por exemplo, abrindo o caminho para uma sociedade livre dos combustíveis fósseis, pontua o comitê do Nobel.

Eleição biométrica em 2020

A biometria será obrigatória em pelo menos 476 dos 497 municípios nas eleições de 2020. Os demais 21 municípios só começarão a revisão biométrica em 2021 e 2022. Nas eleições de 2018, 426 dos 497 municípios adotaram a biometria de forma obrigatória. A votação por biometria será obrigatória em 4.578 municípios do Brasil em 2020. 27% dos eleitores ainda não têm cadastro biométrico no país.

Óleo criminoso.

Ao todo, 138 áreas do litoral nordestino foram atingidas por resíduos. Petrobras trabalha com três hipóteses: navio afundado; acidente em passagem de óleo; e despejo criminoso. Um relatório da Petrobras afirma que as manchas que estão poluindo praias do Brasil são uma mistura de óleos da Venezuela. Nesta terça-feira (8), subiu para 138 o número de áreas do litoral nordestino com resíduos. Equipes do governo já recolheram 133 toneladas de óleo desde o mês passado no Nordeste.

CPI do BNDS indiciamento de Lula e Dilma por prática de crimes

O relatório final da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do BNDES na Câmara dos Deputados, apresentado na tarde desta terça-feira (8), sugere os indiciamentos dos ex-presidentes petistas Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff e outras 71 pessoas por supostos crimes cometidos em empréstimos realizados pelo banco de fomento. O relatório ainda deve ser votado no plenário da comissão. O colegiado foi criado para investigar empréstimos do BNDES no exterior e reuniu, após 200 dias de funcionamento, informações que apontam para falhas do banco no financiamento de obras na Venezuela, em Cuba, em Moçambique e em outros países durante os governos do PT.

Comentários