Bolsonaro: culpado por óleo no Nordeste ‘está no radar’

O presidente Jair Bolsonaro disse que o óleo que avança sobre as praias do Nordeste não é produzido nem comercializado no Brasil. Segundo Bolsonaro, as manchas de óleo estão sendo “analisadas” desde 2 de setembro. Segundo o Ministério do Meio Ambiente, o óleo já atingiu 132 localidades, em 61 municípios de 9 Estados do Nordeste.

Restituição do Imposto de Renda

Secretaria da Receita Federal inicia hoje o 5º lote de restituição do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) de 2019 – ano-base 2018. A consulta é liberada às 9h desta terça-feira (8). Serão depositados nas contas R$ 8.907.168,51 no dia 15 de outubro. Clique aqui para consultar se você está no lote de restituição. Segundo a Receita, também poderão ser consultados lotes residuais de anos anteriores (entre 2008 a 2018). Em todo o país são 2,7 milhões de contemplados com, ao todo, R$3,3 bilhões neste lote do ano-base 2018.

Trio leva Nobel de Física

James Peebles, Michel Mayor e Didier Queloz são os vencedores do Prêmio Nobel l019 de Física. A Academia sueca anunciou nesta terça (8) que os laureados irão dividir o prêmio de 9 milhões de coroas suecas, equivalente a cerca de R$ 3,72 milhões. A pesquisa dos três deu contribuições para o entendimento sobre a origem do universo e o lugar da Terra no cosmo, segundo o comitê. Michel Mayor e Didier Queloz, ambos suíços, dividiram a outra metade do prêmio por terem descoberto um o primeiro planeta fora do Sistema Solar, chamado de exoplaneta, que orbita uma estrela semelhante ao Sol.

Mortalidade por câncer de mama no Brasil está abaixo da média mundial

A mortalidade por câncer de mama no Brasil é baixa, porém desigual. A constatação é do Instituto Nacional do Câncer, que divulgou novos dados sobre a doença no país nesta segunda-feira (7). Segundo os pesquisadores o diagnóstico precoce ainda está restrito às regiões mais ricas do país. Na região Norte, por exemplo, somente 12,7% das mulheres descobrem o problema no início. No Sudeste, esse percentual é de quase 31%. A chefe da Divisão de Pesquisa Populacional do Instituto Nacional do Cancêr, Liz Almeida, afirma que o nível de escolaridade também é preponderante na prevenção da doença. Segundo Liz, “pessoas mais esclarecidas procuram diagnosticar o câncer mais cedo.”

Privatizações: governo tem 119 projetos anunciados

A mortalidade por câncer de mama no Brasil é baixa, porém desigual. A constatação é do Instituto Nacional do Câncer, que divulgou novos dados sobre a doença no país nesta segunda-feira (7). Segundo os pesquisadores o diagnóstico precoce ainda está restrito às regiões mais ricas do país. Na região Norte, por exemplo, somente 12,7% das mulheres descobrem o problema no início. No Sudeste, esse percentual é de quase 31%. A chefe da Divisão de Pesquisa Populacional do Instituto Nacional do Cancêr, Liz Almeida, afirma que o nível de escolaridade também é preponderante na prevenção da doença.

Comentários