Câmara retoma debate sobre mudanças na Previdência

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, encerrou a sessão que analisa a reforma da Previdência à 1h51. Ao avançar da madrugada desta sexta-feira (12), o governo começou a sofrer com a falta de deputados dispostos a prosseguir com a votação do texto. A proposta que altera o sistema de aposentadorias já foi aprovada em 1º turno na Câmara, mas os deputados ainda analisam destaques –trechos votados separadamente ao texto-principal. Os trabalhos devem ser retomados na manhã de hoje. Depois disso, os parlamentares ainda precisarão votar a PEC em 2º turno.

Previdência: regras para homens, mulheres e militares são alteradas

A Câmara dos Deputados promoveu ontem mudanças no texto-base da reforma da Previdência, aprovado na noite de quarta-feira. Foram modificadas as regras do cálculo do benefício para mulheres, do tempo mínimo de contribuição para homens e das idades mínimas que serão exigidas de policiais.

No Brasil, riqueza cresce acima da média global.

Segundo dados da Boston Consulting Group, a riqueza pessoal dos brasileiros subiu 7% no ano passado, 5% acima do resto do mundo. Até 2023, a expectativa é que o ritmo fique mais alinhado com o desempenho mundial, com crescimento acumulado composto da ordem de 6% ao ano. A taxa de expansão anual prevista para a América Latina é de 8% até 2023 – e a tendência é que o Brasil diminua sua participação nesse bolo, indo de 39% para 36%.

Economia e negócios facilitados

A Medida Provisória 881, da Liberdade Econômica, vai para tramitação na Câmara dos Deputados. O texto, que busca melhorar o ambiente de negócios e desburocratizar o funcionamento de pequenas empresas no Brasil, foi aprovado nesta quinta-feira (11) em comissão especial do Congresso Nacional. O relator, deputado Jerônimo Goergen (PP), manteve a base da MP enviada pelo governo, como a retirada de licenças e alvarás para atividades de baixo risco e prazo para a concessão para outras atividades. O projeto prevê também o fim do e-Social até janeiro de 2020. A plataforma será substituída por um sistema mais simples, que dispensará uma série de dados, como número do título de eleitor, identidade e PIS/PASEP. O relatório aponta, ainda, a criação da carteira de trabalho digital, que reunirá todo o histórico do trabalhador, podendo ser acionada por meio do número do CPF, permitindo que uma contratação seja feita sem a necessidade do documento em papel.

Única aposta leva R$ 8,1 milhões na Mega-Sena

O concurso 2.168 da Mega-Sena foi realizado na noite de quinta-feira (11), em São Paulo. Uma única aposta, de Curitiba (PR), acertou as seis dezenas e irá levar para casa o prêmio de R$ 8,1 milhões. O próximo sorteio será no sábado (13) e deve pagar R$ 2,5 milhões. Excepcionalmente neta semana, acontecem três sorteios da Mega-Sena: terça, ontem e sábado.

Comentários