Número de vítimas fatais no trânsito do RS tem queda em relação ao ano passado

Os dados da acidentalidade no RS apresentaram uma expressiva queda no apanhado dos primeiros quatro meses do ano. O número de vítimas fatais no trânsito teve redução de 12% em comparação com o mesmo período do ano passado. Entre os meses de janeiro e abril de 2019, foram 521 óbitos, enquanto em 2018 chegaram a 594. Os dados são do monitoramento da acidentalidade no Estado feito pelo DetranRS.

A maior redução observada foi no mês de abril, que passou de 185 óbitos em 2018 para 135 em 2019, ou seja, menos 27%.  “Embora os resultados sejam positivos, não temos o que comemorar, pois não são números, são vidas perdidas. Temos que continuar trabalhando para, quem sabe um dia, ter o índice de morte zero. Eu sei que pode parecer utópico, mas somente assim podemos chegar a esse resultado”, diz a diretora institucional do DetranRS, Diza Gonzaga.

Primeiro quadrimestre

Das 521 vítimas fatais deste ano, 79% são do sexo masculino. Enquanto os homens perdem a vida principalmente como condutores e motociclistas, as mulheres ainda são vitimadas como passageiras e pedestres.

Com relação aos veículos envolvidos, os automóveis ainda concentram o maior número de ocorrências, 36,4%, seguido das motos, 21,1%. As rodovias concentram 57,1% dos acidentes. O dia da semana com o maior número de ocorrências é sábado e o turno, em todos os dias, é o da noite.

Comentários