Mãe, os olhos de Deus

Dentro dos olhos de Deus Há um ser a florescer Nove meses a crescer E a despertar para a vida Que o colo, da acolhida Dá calor, da proteção E o que mais tem no coração Que é o amor da mãe querida Mães de todas as cores Todas elas têm em comum O amor aos filhos, um a um Sem diminuir a intensidade Nunca lhes faltará à vontade Da vigília, do zelo, do amar É assim que Deus pode olhar Seus filhos com tranquilidade Os filhos são para o mundo Mas Deus confiou a missão a elas O primeiro abraço será delas O preparo e os ensinamentos O cuidado da chuva e dos ventos Até que se firmem os passos E a distância dos abraços Fortaleça os sentimentos DEUS aos seus olhos deu trabalhos: O da proteção e do acalmar O do ensinamento do falar E de trazer assim o sustento De ver o desenvolvimento, Deus deu alívio e alegria Mas deu angústia e agonia Com o instinto e o pressentimento Deus deu tudo a elas A capacidade de dar a luz O amor que a humanidade conduz E o compromisso do cuidar Que o tempo faz aumentar Já que o filho nunca cresce E se assim ele soubesse Saberia o que é amar Pode-se dizer então: Que a Mãe é o exemplo do amor Que se entristece com a dor E que o sorriso faz alegrar Já que seu alimento é o cuidar Amar incondicionalmente os seus Já que os olhos de DEUS Através da Mãe podem olhar.Fonte:Autoria: Umberto Sussela Filho

Comentários