Circo Stankowick apresentará espetáculos gratuitos na BellaFesta

Faltando cerca de 40 dias para a sexta edição da BellaFesta, os preparativos estão em ritmo acelerado. Equipes da Prefeitura Municipal e integrantes da Comissão Organizadora do evento estão ultimando os detalhes para receber o público da região que deverá passar por Fagundes Varela entre os dias 06 e 09 de dezembro.

            Na última semana esteve no município, os diretores do Circo Stankowich. Eles vieram de São Paulo para conhecer a estrutura que estará a sua disposição. Marlos Stankowich e família, juntamente com a produtora cultural Karina, conversaram com a prefeita Claudia Moreschi Tomé, com o presidente da BellaFesta 2018, Éder Pelegrini e com demais integrantes da Comissão.

            A comitiva foi recebida no Gabinete da Prefeita. No encontro, ficou confirmado que o Circo fará duas apresentações gratuitas por dia, além de festival infantil com vários personagens. O espaço terá capacidade para 2 mil pessoas por espetáculo.

Pelegrini reforçou a expectativa da comunidade regional para as apresentações. “A BellaFesta tem por característica apresentar espetáculos diferenciados e que dificilmente são vistos na Serra Gaúcha, por isso o Circo deverá ser uma atração que agradará a todos os públicos”, afirmou.

A prefeita Claudia também reforçou a importância da BellaFesta como um evento para a família. “Queremos que todos se sintam acolhidos, por isso também nosso slogan promove a união de gerações. Em nosso evento, vamos acolher a todos com um forte abraço, com a hospitalidade dos fagundenses, com a boa gastronomia e, claro, proporcionando atividades que congreguem desde as crianças até nossos idosos e, o Circo tem essa missão por naturalidade, promover o encantamento, os sorrisos e a emoção”, frisa.

Os diretores do Circo Stankowick garantiram que o público que passar pela BellaFesta sairá de lá com recordações para a vida inteira, numa viagem ao seu passado e projetando seu futuro.

A BellaFesta 2018 tem entrada totalmente gratuita para toda a programação.

Saiba mais do Circo Stankowick

De origem romena, o Circo Stankowich mantém uma tradição de mais de um século na qual a arte circense vem transmitida de geração para geração. No ano de 1850, Pedro Stankowich e sua família chegam na América do Sul, fugindo da guerra que acontecia naquele momento na Europa.

Em 1856, Pedro Stankowich chega ao Brasil somente com os animais amestrados, pois tinha perdido o circo que naquela época já existia na Romênia. Juntamente com várias famílias circenses vieram para São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. No estado de Minas Gerais, a família ficou numerosa e teve que se dividir porque era difícil todos trabalharem juntos.

Ao chegarem em Soledade, uma pequena cidade do Rio Grande do Sul, Constantino Stankowich, filho de Pedro Stankowich, conheceu Aurora que era professora na cidade. Ela tinha 21 anos quando o circo passou por ali. Se casaram e seguiu com o circo. Antônio Stankowich, um dos filhos de Constantino e Aurora Stankowich, nasce em 1935 na cidade de Guaíba, Rio Grande do Sul. Faz parte da quarta geração da família Stankowich. Foi acrobata, malabarista, trapezista, equilibrista e palhaço com o nome de “Lamparina”, nome esse herdado de avós e tios. Aos 23 anos teve o privilégio de ser diretor e proprietário do circo, incumbido de ser responsável pela família e pelos funcionários.

 

Comentários