Perícia demora sete horas para chegar ao local do homicídio em Bento

Mais de sete horas após Cenair Nunes, de 20 anos, ser morto a tiros em um residencial localizado na Rua Bramante Mion, bairro Ouro Verde, em Bento Gonçalves, o Instituto Geral de Perícias (IGP) chegou para realizar os trabalhos periciais.

Segundo informações, a equipe, que se desloca de Caxias do Sul, estaria atendendo uma outra ocorrência na cidade de Vacaria, divisa com Lajes/SC. Durante todo o tempo uma guarnição da Brigada Militar permaneceu no local realizando o isolamento da cena do crime.

Nunes foi morto com disparos de pistola cal. 9mm na região da cabeça, pescoço e tórax, por volta das 11h50min. A equipe do IGP chegou a DPPA de Bento Gonçalves em torno das 18h55min, e posteriormente se deslocou até o local do crime.

Não há informações sobre quem teria cometido o crime. Nunes tem antecedentes por roubo a estabelecimento comercial como adolescente infrator. Bento Gonçalves já registra 36 assassinatos somente em 2018.

Fonte: Rádio Difusora

Comentários

Deixe uma resposta