Em horas de crise

Asserena o coração inquieto e segue para a frente. Se erraste, há recursos de retificação. Se outros estão enganados, voltarão à verdade, algum dia. Se companheiros determinados não te puderem entender, a vida, em nome de Deus, trará outros que te compreenderão. Abençoa os que te deixaram em caminho, porque nem todos conseguem cumprir várias tarefas ao mesmo tempo. Agradece aos que te amparam e auxilia aos que possuam menores recursos que os teus. Trabalha para o bem, onde estiveres e como estiveres. Não esperes santificar-te para servir porque ainda somos criaturas humanas, com os defeitos inerentes à nossa condição e, por isso mesmo, Deus não nos confia trabalho somente compreensível no clima dos anjos. Não acredites que possas evoluir sem problemas ou que consigas aperfeiçoar-te sem sacrifícios. Nunca descreias do poder de progredir e melhorar, à custa do próprio esforço. Alegra-te, constantemente. Capacita-te de que o desânimo não presta auxílio a ninguém. Se alguém te ofendeu, esquece. Reflete em quantas vezes teremos ferido a alguém, sem a mínima intenção, e cobre o mal com o bem. Se ouvires referências infelizes, acerca de alguma pessoa, medita nas boas ações que essa criatura terá praticado ou nas boas obras que terá desejado fazer sem que isso lhe fosse possível. Em qualquer dificuldade, aconselha-te com a esperança, porque Deus tudo está modificando para melhor. Persevera no trabalho que a vida te deu a executar. Pensa no bem e fala no bem. Abençoa sempre. E se alguma provação te acolhe com tanta força que não consigas evitar as próprias lágrimas, mesmo chorando, confia em Deus, na certeza de que Deus, amanhã, nos concederá outro dia.

Fonte: Texto de Chico Xavier

Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.