Vila Flores poderá ter o maior relógio do mundo

Conhecido por seus atrativos turísticos o município de Vila Flores, situado na serra gaúcha, irá implementar na praça da matriz, o relógio de flores.
O relógio foi um presente oferecido pelo Sr. João Zatt, para seu amigo e prefeito Vilmor Carbonera em 2013. Zatt era um grande empreendedor na construção civil, idealizador da Torre Mirante da Serra e outras edificações na região.
?Vila Flores está ampliando os atrativos turísticos na região, desde 2013 estamos planejando diversas ações para que o município consiga atrair mais visitantes e conseqüentemente aumentar a economia local. O relógio sem dúvidas será outra atração e irá embelezar ainda mais nossa cidade, não tenho palavras para agradecer este presente? afirmou o prefeito Vilmor Carbonera.
O projeto que será idealizado pelo Engenheiro Civil Marco Antônio Fiori, terá três círculos, o maior contará com onze metros de diâmetro, seguido pelo mediano de cinco metros e o menor com três metros.
?O relógio ficará posicionado em uma das esquinas da praça da matriz, terá uma estrutura específica e seu funcionamento será baseado na emissão vibrátil do quartzo, que oferece maior precisão. Sem dúvidas foi um grande presente para o município de Vila Flores? afirmou o engenheiro civil Marco Antônio Fiori.
As flores do canteiro serão produzidas no horto da prefeitura municipal e passaram a ser repostas a cada trimestre, obedecendo à floração das estações, são estas que formarão os algarismos do grande relógio.
Segundo registros o maior relógio de flores do Brasil em atividade, até agora, possui nove metros de diâmetro e está localizado em Petrópolis ? Rio de Janeiro, a princípio não há registros de diâmetros maiores que estes. Algumas cidades que possuem o relógio: Aparecida-SP ? 9 metros, Poços de Caldas-MG ? 2 metros, Curitiba-PR ? 8 metros, Guaranhuns-PE ? 4 metros, Petropolis-RJ ? 9 metros e Caxias do Sul-RS ? 5 metros.
Caso se confirme, o maior relógio de flores no Brasil será em Vila Flores.

Fonte: Vila Flores

Comentários

Deixe uma resposta